Cruzeiro

CRUZEIRO

Moreno pode ser desfalque no Cruzeiro com eventual convocação para representar Bolívia nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022

Atacante é frequentemente convocado pela seleção de seu país

postado em 17/09/2020 15:27 / atualizado em 17/09/2020 22:20

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e a Fifa confirmaram nesta quinta-feira que as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 vão começar em outubro. Em meio às convocações, o Cruzeiro pode perder Marcelo Moreno, que costuma ser lembrado pela Seleção da Bolívia, em busca de sua quarta participação no Mundial (as três foram em 1930, 1950 e 1994).

Conforme a Conmebol, as duas primeiras rodadas das Eliminatórias estão programadas para os dias 8 (quinta) e 13 (terça) de outubro. A Bolívia estreia na competição contra o Brasil, em São Paulo, e depois recebe a Argentina, provavelmente em La Paz, na altitude de 3.640 metros. Serão, ao todo, 18 rodadas. Dos 10 participantes, os quatro mais bem colocados vão direto para a fase de grupos da Copa sediada no Catar e o quinto enfrenta um representante da Ásia na repescagem.

Se for requisitado pelo técnico venezuelano César Farías, Moreno desfalcará o Cruzeiro na 14ª e 15ª rodadas da Série B: contra Sampaio Corrêa, dia 8, às 20h, no Mineirão; e Oeste, em 11 de outubro (domingo), às 16h, na Arena Barueri. Ele retornaria no confronto seguinte, com o Juventude, em BH, pela 16ª rodada - sexta-feira, 16, ou sábado, 17.

Em março, pouco mais de um mês após trocar o Shijiazhuang Ever Bright, da China, pelo Cruzeiro, Marcelo Moreno foi selecionado em uma pré-lista da Bolívia para os jogos contra Brasil e Argentina. Entre 47 nomes, o camisa 9 celeste aparecia ao lado dos atacantes Juan Carlos Arce (Bolívar), Víctor Abrego (Bolívar), César Menacho (Blooming), Yasmani Duk (Aurora) e Ricardo Pedriel (Jorge Wilstermann). No entanto, a Conmebol suspendeu o torneio devido à pandemia do novo coronavírus.

Das opções para a linha de frente, Abrego e Menacho têm idade sub-23 e participaram do Torneio Pré-Olímpico, de 18 de janeiro a 9 de fevereiro, no qual a Bolívia obteve duas vitórias e duas derrotas.

Duk, de 32 anos, foi camisa 9 na Copa América Centenário, em 2016, mas acumula números modestos na seleção: um gol em 15 jogos. Habitual reserva, Pedriel, de 33 anos, balançou a rede três vezes em 20 partidas por La Verde. Já Arce, de 35, que tem status de ídolo do Bolívar (104 gols em 330 jogos), contabilizou 11 tentos em 67 apresentações.

A serviço da Bolívia, Marcelo Moreno tem números superiores aos dos compatriotas - 18 gols em 76 jogos. Ele é o segundo maior artilheiro da seleção principal, ficando abaixo apenas de Joaquín Botero, que anotou 20 gols em 48 partidas entre 1999 e 2009.

Para continuar a fazer parte das convocações de seu país, Moreno precisa melhorar o rendimento no Cruzeiro, já que ainda não conseguiu colocar em prática o faro de artilheiro de suas duas passagens anteriores pelo clube - 21 gols em 36 jogos, entre 2007 e 2008; e 24 gols em 57 jogos, na temporada 2014.

Em 2020, o centroavante de 32 anos sofre com as dificuldades de criação por parte de meio-campistas e pontas, mas também não consegue se sobressair na disputa com defensores adversários e pouco toca na bola.

Em 14 jogos, ele marcou apenas dois gols: um em cobrança de pênalti, na vitória por 3 a 2 sobre o Guarani, em 11 de agosto (segunda rodada da Série B), e outro de cabeça, no empate por 1 a 1 com o CRB, no dia 7 de setembro (oitava rodada).

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Moreno não estará em campo pelo Cruzeiro no jogo contra o CSA, às 21h de sábado, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 10ª rodada da Série B. Quem jogará em seu lugar provavelmente é o jovem Thiago, de 19 anos. A Raposa precisa da vitória para se afastar da zona de rebaixamento - está em 13º  lugar, com oito pontos, dois a mais que o 17º, Figueirense.

Tags: convocação Cruzeiro serieb Bolívia interiormg futnacional Marcelo Moreno