Cruzeiro

CRUZEIRO

'Fala, Zezé', rebaixamento simbólico: último jogo entre Cruzeiro e CSA traz lembranças de um passado que a torcida quer esquecer

Clubes se enfrentam neste sábado, às 21h, no estádio Rei Pelé

postado em 18/09/2020 08:49 / atualizado em 18/09/2020 09:05

(Foto:  Ramon Lisboa/EM D.A Press)
Cruzeiro e CSA se enfrentam neste sábado, às 21h, no estádio Rei Pelé, em Alagoas, pela 10ª rodada da Série B. O último jogo entre os clubes, simbólico para o rebaixamento celeste, foi um dos mais marcantes negativamente da temporada passada. São lembranças de um passado que a torcida quer esquecer.

No dia 28 de novembro de 2019, em confronto da 35ª rodada da Série A, a Raposa perdeu para o time alagoano por 1 a 0, gol marcado por Alan Costa, em pleno Mineirão. Um dos protagonistas do ano mais trágico do Cruzeiro, Thiago Neves ainda desperdiçou um pênalti. Depois do confronto, o técnico Abel Braga foi demitido. Adilson Batista chegou para tentar salvar o clube.

A derrota deixou o Cruzeiro muito perto da Série B. O time celeste ficou em 17º lugar do Brasileirão, com três jogos difíceis para o fim do campeonato: Vasco, em São Januário, Grêmio, na Arena, e Palmeiras, no Mineirão. Ainda havia chance matemática de escapar, mas a equipe estrelada perdeu todos os duelos que restavam.

Fala, Zezé


No dia seguinte ao jogo contra o CSA, um áudio de Thiago Neves vazou nas redes sociais. O armador cobrava o pagamento de 60% de um salário pendente ao então gestor de futebol Zezé Perrella antes da partida contra os alagoanos. Na gravação, o meia disse que o acerto motivaria o elenco e dispensaria até mesmo o pagamento de ‘bicho’ para vencer o duelo.

Thiago Neves chegou a menosprezar o CSA na gravação. "Tá louco! Se a gente não ganhar do CSA, pelo amor de Deus". O áudio do jogador acabou virando um meme nas redes sociais.

“Fala, Zezé. Bom dia, cara. Deixa eu te falar uma coisa. Eu estou pensando aqui, sei que está difícil para vocês aí arrumarem recursos, sei que está correndo atrás, mas estou falando por mim, não falei com ninguém tá, do time. Vê se você não consegue pelo menos pagar esses outros 60% antes do jogo de quinta-feira, que aí não precisa nem ter bicho, entendeu, para ganhar jogo. É uma motivação a mais para a gente cara, acertar o salário aí. Aí você não precisa arrumar uma premiação para ganhar o jogo, porque a obrigação nossa é ganhar esse jogo. Tá louco! Se a gente não ganhar do CSA, pelo amor de Deus. Pô, faz esse esforço para a gente aí, até quinta-feira, tentar acertar esses 60% que estão atrasados do salário”.

Crise


Na Série B, CSA e Cruzeiro não fazem boas campanhas. A Raposa ocupa a 13ª posição, com oito pontos em nove jogos. Na lanterna da competição, o time alagoano tem quatro pontos em oito partidas. 

Em crise, o CSA demitiu nesta quinta-feira o técnico Argel Fucks.

A torcida está furiosa com a situação do clube. Na terça-feira, um grupo de torcedores foi até o centro de treinamentos cobrar melhor rendimento dos jogadores. Um portão acabou danificado; jogadores, comissão técnica e dirigentes foram intimidados. Mesmo assim, a diretoria abriu as portas para os organizados, que acompanharam o treinamento xingando todos em campo.