Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro sofre nas bolas pelo alto, é derrotado pelo CSA e volta a se complicar na Série B

Time celeste sofreu dois gols por falhas individuais ainda no primeiro tempo

postado em 19/09/2020 22:54 / atualizado em 19/09/2020 23:15

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Nada de sequência de vitórias. Após bater o Vitória na última rodada e dar esperança ao seu torcedor, o Cruzeiro voltou a ser derrotado na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time comandado por Ney Franco viu o CSA abrir 2 a 0 ainda na primeira etapa e controlar a parte final da partida. Matheus Pereira diminuiu para a Raposa, mas os alagoanos voltaram a marcar, dando números finais ao jogo no Rei Pelé, em Maceió: 3 a 1. 

Com o resultado, o Cruzeiro volta a se complicar na tabela da Segunda Divisão. O time perde duas posições e cai para a 15ª colocação, com oito pontos em dez jogos. A Raposa poderá fechar a rodada em 16º lugar caso o Botafogo-SP vença o Brasil de Pelotas em compromisso marcado para segunda-feira, às 20h, em Ribeirão Preto, São Paulo. 

O próximo rival do Cruzeiro na Série B é o Avaí. O duelo diante dos catarinenses está marcado para sexta-feira, às 21h30, no Mineirão. Ney Franco volta a ter à disposição o atacante Marcelo Moreno, que cumpriu suspensão em Alagoas. O CSA, em nova partida dentro de casa, mede forças com o Juventude, no sábado, às 16h.  

O jogo


Com formação diferente, sem um centroavante fixo, o Cruzeiro iniciou a partida da forma como Ney Franco havia prometido. Avançando a marcação, a equipe conseguiu recuperar bolas no campo de defesa do adversário e criar chances logo nos primeiros minutos. Aos 2’, Airton acertou o trave após receber passe de Régis. Aos 8’, foi Régis que teve finalização defendida por Matheus Mendes após roubada de bola de Jadsom.

No momento em que conseguia diminuir espaços do adversário, pressionando o portador da bola, o Cruzeiro acabou levando um gol em falha individual. Rafael cedeu um escanteio ao CSA. Aos 11’, Diego Renan cobrou na primeira trave, Rodrigo Pimpão desviou e a bola sobrou livre para Cleberson, que, de cabeça, não desperdiçou. Espantado com o primeiro desvio, Leo abandonou a marcação do zagueiro alagoano e se mostrou perdido na jogada. 1 a 0.

O zagueiro e capitão do Cruzeiro voltou a falhar 19 minutos depois, quando o time ainda controlava a posse de bola, mas não chegava mais com tanto perigo ao gol adversário. Em cobrança de falta pela direita, Rafinha cruzou para área e, mesmo em desvantagem pela posição, Alan Costa aproveitou novo erro de Leo para ampliar o placar. 2 a 0.

Ainda na primeira etapa, Ney Franco promoveu duas substituições. Tirou o volante Jadsom para a entrada de Thiago e trocou Arthur Caíke pelo lateral-direito Daniel Guedes, que fez sua estreia pela equipe. Desta forma, Rafael avançou para a linha de ataque e atuou como ponta pela direita. Foi pelo outro lado, no entanto, que saíram outras chances do Cruzeiro no tempo inicial. Matheus Pereira testou aos 35’ e aos 44’ e levou perigo ao gol de Matheus Mendes. 

E foi dos pés do lateral-esquerdo que saiu o primeiro gol do Cruzeiro. Aos 21’ do segundo tempo, ele tabelou com Roberson e finalizou de dentro da pequena área, na saída de Matheus Mendes. 2 a 1. O projeto de reação, no entanto, foi logo enterrado. Aos 26’, em nova jogada pelo alto, a zaga celeste falhou na marcação e Pedro Lucas aproveitou para ampliar para o CSA. 3 a 1

Sem qualquer organização e exposto em busca do resultado, o Cruzeiro se abriu e quase viu o CSA, que teve Rodrigo Pimpão expulso aos 28', ampliar o placar. Aos 33’, Pedro Lucas acertou o trave de Fábio. O marcador, no entanto, permaneceu o mesmo. Com mais uma derrota (a quarta em dez jogos), o clube vê sua situação na tabela voltar a se complicar.

 

CSA 3X1 CRUZEIRO

CSA
Matheus Mendes; Diego Renan, Alan Costa, Cléberson e Rafinha; Márcio Araújo, Geovane, Yago (Marquinhos) e Pedro Júnior (Cedric); Rodrigo Pimpão e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Adriano Rodrigues (interino)

CRUZEIRO
Fábio; Rafael (Roberson), Leo, Cacá e Matheus Pereira; Jean e Jadsom (Thiago) e Maurício; Airton (Filipe Machado), Régis e Arthur Caíke (Daniel Guedes). Técnico: Ney Franco

Gols: Cleberson (aos 11’1ºT), Alan Costa (aos 30’1ºT) e Pedro Lucas (aos 26’2ºT)
Cartões amarelos: Pedro Júnior, Pedro Lucas, Rodrigo Pimpão (2x) (CSA); Filipe Machado (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Rodrigo Pimpão (CSA)

Motivo: 10ª rodada da Série B do Brasileiro
Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data e horário: 19 de setembro de 2020 (sábado), às 21h
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional csaal