Cruzeiro

CRUZEIRO

Jean desabafa e revela 'chateação' por saída do Cruzeiro: 'Me surpreendi com algumas pessoas'

Volante publicou texto em suas redes sociais nesta quarta-feira

postado em 28/10/2020 15:41 / atualizado em 28/10/2020 15:51

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Após enfrentar cirurgia no joelho e acertar sua saída do Cruzeiro, o volante Jean publicou um desabafo nas redes sociais. Em longo texto de despedida, ele afirmou que deixa o clube celeste “chateado” e que se surpreendeu negativamente “com algumas pessoas”. O experiente jogador, de 34 anos, retornará ao Palmeiras, clube que detém seus direitos econômicos.

“Infelizmente, surgiram obstáculos pelo caminho e me surpreendi, negativamente, com algumas pessoas. É a vida! Apesar de ter saído chateado, volto para São Paulo com um sentimento de gratidão pelo Cruzeiro. A instituição é gigante e foi uma honra defender esse clube. Me sinto privilegiado por ter jogado e feito gol com essa camisa pesadíssima”, escreveu.

Como informou a reportagem na última semana, quando a rescisão de Jean e Cruzeiro foi publicada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o desejo do volante era permanecer em Belo Horizonte e realizar o tratamento com os profissionais da Toca da Raposa II. 

O último jogo de Jean com a camisa celeste foi em 19 de setembro, quando o Cruzeiro foi derrotado por 3 a 1 pelo CSA, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Desde que chegou ao clubeI, em março, o volante participou de nove partidas e marcou um gol - na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, também pela Segunda Divisão.

Em nota divulgada na última semana, o Cruzeiro informou que a rescisão aconteceu após acordo entre o clube, o Palmeiras e o próprio jogador. “O clube agradece ao atleta pelo profissionalismo e dedicação neste período de trabalho, e deseja uma pronta recuperação e sucesso na sequência de sua carreira”. 

Leia, na íntegra, o desabafo de Jean:

Fala, pessoal! Como todos sabem, chegou ao fim o meu ciclo no Cruzeiro. Infelizmente, não foi como eu esperava, mas tudo na vida serve como aprendizado. Desde os meus primeiros dias em Belo Horizonte, eu e minha família fomos extremamente bem tratados por todos e jamais nos esqueceremos do carinho que recebemos dessa cidade encantadora. 

Quando recebi a proposta do Cruzeiro, não pensei duas vezes e me senti lisonjeado pela possibilidade de defender um dos mais tradicionais clubes do continente. Meu principal objetivo era ajudar a equipe a se reconstruir e voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído. 

Infelizmente, surgiram obstáculos pelo caminho e me surpreendi, negativamente, com algumas pessoas. É a vida! Apesar de ter saído chateado, volto para São Paulo com um sentimento de gratidão pelo Cruzeiro. A instituição é gigante e foi uma honra defender esse clube. Me sinto privilegiado por ter jogado e feito gol com essa camisa pesadíssima. 

E, como a vida é feita de surpresas boas e ruins, me surpreendi, positivamente, com o Palmeiras. Prontamente, o clube abriu as portas para o meu retorno e disponibilizou toda a estrutura para que eu pudesse me recuperar da melhor maneira possível. Como eu falei, a vida é um eterno aprendizado e sigo aprendendo a cada dia, sempre com muita hombridade, profissionalismo e honestidade. 

À instituição Cruzeiro, muito obrigado pela oportunidade. Espero, de coração, que o clube possa se reerguer. Aos torcedores e ao povo mineiro, eu e minha família deixamos um grande abraço por todo o carinho que nos deram. A partir de agora, inicio mais uma etapa na minha carreira. Nunca foi fácil, mas cheguei até aqui com muita força de vontade e dedicação. Vou superar mais esse obstáculo e voltarei ainda mais forte.

Ver essa foto no Instagram

Fala, pessoal! Como todos sabem, chegou ao fim o meu ciclo no Cruzeiro. Infelizmente, não foi como eu esperava, mas tudo na vida serve como aprendizado. Desde os meus primeiros dias em Belo Horizonte, eu e minha família fomos extremamente bem tratados por todos e jamais nos esqueceremos do carinho que recebemos dessa cidade encantadora. Quando recebi a proposta do Cruzeiro, não pensei duas vezes e me senti lisonjeado pela possibilidade de defender um dos mais tradicionais clubes do continente. Meu principal objetivo era ajudar a equipe a se reconstruir e voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído. Infelizmente, surgiram obstáculos pelo caminho e me surpreendi, negativamente, com algumas pessoas. É a vida! Apesar de ter saído chateado, volto para São Paulo com um sentimento de gratidão pelo Cruzeiro. A instituição é gigante e foi uma honra defender esse clube. Me sinto privilegiado por ter jogado e feito gol com essa camisa pesadíssima. E, como a vida é feita de surpresas boas e ruins, me surpreendi, positivamente, com o Palmeiras. Prontamente, o clube abriu as portas para o meu retorno e disponibilizou toda a estrutura para que eu pudesse me recuperar da melhor maneira possível. Como eu falei, a vida é um eterno aprendizado e sigo aprendendo a cada dia, sempre com muita hombridade, profissionalismo e honestidade. À instituição Cruzeiro, muito obrigado pela oportunidade. Espero, de coração, que o clube possa se reerguer. Aos torcedores e ao povo mineiro, eu e minha família deixamos um grande abraço por todo o carinho que nos deram. A partir de agora, inicio mais uma etapa na minha carreira. Nunca foi fácil, mas cheguei até aqui com muita força de vontade e dedicação. Vou superar mais esse obstáculo e voltarei ainda mais forte. %uD83D%uDE4F

Uma publicação compartilhada por %uD835%uDDDD%uD835%uDDD8%uD835%uDDD4%uD835%uDDE1 %uD835%uDDE5%uD835%uDDD4%uD835%uDDE3%uD835%uDDDB%uD835%uDDD4%uD835%uDDD8%uD835%uDDDF (@jean_raphael02) em

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional palmeirassp mercadobola