Cruzeiro

CRUZEIRO

Felipão diz que Cruzeiro jogou em 'contexto bem organizado' na vitória sobre o América

Treinador gostou do rendimento do time no triunfo por 2 a 1

postado em 03/12/2020 00:57 / atualizado em 03/12/2020 08:58

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que o Cruzeiro jogou “dentro de um contexto bem organizado” na vitória por 2 a 1 sobre o América, nesta quarta-feira, no Independência, pela 25ª rodada da Série B. O time abriu o placar aos 13min do primeiro tempo, em cobrança de pênalti de Rafael Sobis, e ampliou aos 3min da etapa final, em cabeceio de Manoel. O Coelho diminuiu aos 15min, com o zagueiro Anderson.

“O América, por mais que tenha criado três ou quatro chances, foram muitas ainda que deixamos para oferecer. Nós jogamos dentro de um contexto bem organizado, dentro de um trabalho bem feito. Isso resultou na vitória”, analisou o treinador, em entrevista coletiva depois do clássico.

Segundo o SofaScore, o alviverde contabilizou 67% de posse de bola e 11 finalizações (quatro certas). Esse volume de jogo teve a ver com a estratégia de marcação adotada por Felipão, que escalou Adriano, Jadsom Silva e Filipe Machado no meio-campo. Mesmo sem um armador de origem, o Cruzeiro contabilizou 14 chutes, sendo cinco em direção à meta, e obrigou o goleiro Matheus Cavichioli a fazer duas defesas difíceis em conclusões de Arthur Caíke.

“É um clássico. Em termos de motivação, é diferente. Por isso temos um posicionamento melhor quando enfrentamos essas equipes do que em muitas vezes quando jogamos em casa contra equipes do mesmo nível que a nossa. Precisamos fazer pontos para sair dessa situação”, opinou Scolari.

No entendimento do treinador, foi fundamental para o Cruzeiro não sofrer gol no início do confronto, como havia ocorrido na última sexta-feira, na derrota por 2 a 1 para o Confiança, no Mineirão, pela 24ª rodada.

“No jogo passado saímos perdendo aos três minutos. Estamos mostrando a eles que começar perdendo aos três, aos quatro e aos dez faz com que o morro fique diferente para nós. Começamos a trabalhar na subida, e não normalmente no plano”, comentou Felipão.

“Então temos que ter o cuidado inicial para que, durante o jogo, eles tenham a confiança e a tranquilidade para jogar como jogam, principalmente fora. Foi o que aconteceu hoje, até porque enfrentamos uma equipe que está na nossa frente, jogando um futebol muito bom e fazendo uma campanha espetacular”, acrescentou.

No duelo desta quarta-feira, o América ficou na bronca com a arbitragem em razão do pênalti a favor do Cruzeiro, aos 12min da etapa inicial, quando a partida estava empatada por 0 a 0. O choque entre o zagueiro Messias e o atacante William Pottker foi normal, porém Dewson Fernando Freitas da Silva interpretou como faltoso.

O lance equivocado abriu caminho para o 10º triunfo da Raposa, que subiu do 16º ao 15º lugar, com 31 pontos, e aumentou para 4% a probabilidade de acesso, segundo o Departamento de Matemática da UFMG.

O objetivo dos comandados de Felipão é voltar a vencer como mandante, às 21h de sábado, contra o Brasil de Pelotas, no Mineirão. A campanha em casa é de apenas 41% de aprovreitamento: quatro vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Tags: Felipão Cruzeiro análise serieb americamg interiormg futnacional