Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro: associados acionam Justiça para suspender eleição para o Conselho

Grupo diz que não houve convocação dos Associados Individuais e Associados Familiares para a Assembleia Geral Ordinária (AGO)

postado em 22/12/2020 09:18 / atualizado em 22/12/2020 10:15

Um grupo de associados do Cruzeiro entrou com um pedido liminar na Justiça para suspender a Assembleia Geral Ordinária (AGO), marcada para o dia 2 de janeiro, que promoverá a eleição dos membros efetivos e suplentes do Conselho Deliberativo para o triênio 2021, 2022 e 2023.

Foram convocados para a Assembleia os (i) Conselheiros Beneméritos e Natos, (ii) Associados Conselheiros e (iii) Suplentes de Conselheiros. Contudo, esse grupo alega que o "Estatuto Social vigente, em seu art 44, incisos V e VII, que garantem aos Associados Individuais e Associados Familiares, iguais direitos aos convocados pelo reiterado edital, observa-se que não houve a inclusão desses Associados no de ato de convocação para Assembleia Geral Ordinária".

"Agindo desta forma, o clube cerceou o direito dos aproximadamente 3.000 Associados do Clube, que foram negligenciados, embora estejam aptos a participar e votar em Assembléia Geral, o que constitui uma verdadeira afronta aos direitos estatutários destes", diz o pedido de liminar.

O grupo alega que não foi feita a retificação do edital para incluir os Associados Individuais e Associados Familiares até o dia 18 de dezembro de 2020, com publicidade em jornal de grande circulação e afixação de cópias nas sedes do clube, conforme determina o Estatuto Social do clube. 

"Assembleia Geral Ordinária em questão não deve ser realizada em virtude de graves violações ao Estatuto do Clube não restando, nesse momento, data vênia, alternativa a não ser requerer a suspensão da Assembleia Geral Ordinária (convocada sem aparo legal), pelas razões de fato e direito que serão minuciosamente exploradas nos tópicos que se seguem", diz o pedido liminar.

Assinam o pedido de liminar Carlos Ferreira, Carlos Gontijo, Vitor Gomes, Waldecyr Alcino, Júlio Cesar Nogueira, Wellington Gomes, Carlos Alberto Pavan, Antonio gomes Santana, Rafael Santos, Adalberto Heliodoro, Helio Pacelli, Jorge de Oliveira, Henrique Rezende, Andre Martins e Marco Antônio Soalheiro.

Tags: justiça eleição conselho cruzeiroec