Cruzeiro

SÉRIE B

Cruzeiro empata com Cuiabá e fica praticamente fora da briga pelo acesso

Time celeste chega a 41 pontos a seis rodadas do fim da competição

postado em 29/12/2020 23:25 / atualizado em 30/12/2020 00:03

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)
O Cruzeiro ficou praticamente fora da briga pelo acesso ao empatar por 0 a 0 com o Cuiabá, nesta terça-feira, no Independência, pela 32ª rodada da Série B. Com o resultado, o time celeste chegou a 41 pontos, na 11ª posição, e pode alcançar no máximo 59 nas seis partidas que restam. Apenas o Vitória, em 2007, subiu à primeira divisão com essa campanha.


Todavia, a realidade da Série B 2020 indica que dificilmente o quarto colocado somará apenas 59. O Juventude (4º, com 49) receberá a Ponte Preta (7ª, com 46), às 17h desta quarta-feira, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Já o CSA (5º, com 48) mede forças com o Sampaio Corrêa (8º, com 45), às 16h30 de sábado, no Rei Pelé, em Maceió.

O complemento da 32ª rodada ainda terá o Guarani (7º, com 47) frente ao vice-líder América, às 21h de sábado, no Brinco de Ouro; e o Brasil de Pelotas (10º, com 43) contra a primeira colocada Chapecoense, às 16h de domingo, na Arena Condá, em Chapecó. Todas as equipes citadas têm, no momento, mais chances de G4 que a Raposa.

O Cruzeiro, que completará 100 anos de fundação no dia 2 de janeiro de 2021, prepara-se para voltar a campo pela Série B na sexta-feira da próxima semana (8/1), às 21h30, contra o Sampaio Corrêa. A partida será disputada no estádio Castelão, em São Luís, capital do Maranhão. Na terça (5), também às 21h30, o Cuiabá (3º, com 51) recebe o Juventude, na Arena Pantanal.


O jogo


O técnico Luiz Felipe Scolari abriu mão do esquema com três volantes no Cruzeiro para promover a entrada de Giovanni. Era a primeira oportunidade do meia de 26 anos como titular, depois de quatro partidas acionado no intervalo ou no decorrer do segundo tempo. O comandante também colocou Arthur Caíke na vaga de Airton.

Por um lado, a Raposa conseguiu controlar a posse de bola (67%) e se mostrou superior em volume de jogo. Por outro, esbarrou nos já conhecidos problemas de criação. O goleiro João Carlos até interveio em duas oportunidades: a primeira, aos 8min, em chute de Rafael Sobis, e a segunda, aos 29min, com Arthur Caíke. Os lances, contudo, não levaram perigo.

Já o Cuiabá, nas poucas vezes em que avançou, quase balançou a rede. Aos 31min, Filipe Machado perdeu a bola no meio-campo, Marcinho conduziu até a linha de fundo e deu passe de calcanhar para Gabriel Pierini. O camisa 7 do Dourado só não abriu o placar no Independência porque Manoel apareceu de maneira providencial para tirar a bola de carrinho dentro da pequena área.

No início do segundo tempo, o Cruzeiro teve boa chance para abrir o placar. Não em decorrência de uma jogada trabalhada, mas por uma falha do lateral-esquerdo Alexandre Melo, que errou no recuo de bola após cruzamento de Sobis. Atento, João Carlos se atirou aos pés de Arthur Caíke e salvou o Cuiabá.

Em meio à falta de evolução do Cruzeiro, Felipão realizou algumas modificações no ataque. Ele trocou Rafael Sobis e Arthur Caíke por Thiago e Airton. Posteriormente, em razão de câimbras sofridas por Giovanni, colocou Régis. William Pottker, que errou passes e tentativas de drible pela direita, permaneceu em campo.

Sem inspiração, a equipe celeste ainda contou com a sorte aos 33min, quando o atacante Maxwell, do Cuiabá, encontrava-se em posição de impedimento no momento em que recebeu a redonda livre de marcação. No mais, o time não conseguiu achar espaço diante da retranca do adversário e está praticamente fora da briga pelo acesso.

CRUZEIRO 0X0 CUIABÁ


CRUZEIRO
Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano, Filipe Machado e Giovanni; Arthur Caíke (Airton, aos 27min do 2ºT), William Pottker e Rafael Sobis (Thiago, aos 20min do 2ºT)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CUIABÁ
João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Alexandre Melo (Kunde, aos 32min do 2ºT); Matheus Barbosa, Gabriel Pierini e Nenê Bonilha; Felipe Marques (Maxwell, aos 25min do 2ºT), Marcinho (Willians Santana, aos 12min do 2ºT) e Élton (Jenison, aos 26min do 2ºT)
Técnico: Allan Aal

Cartões amarelos: Adriano, aos 11min, Manoel, aos 48min do 2ºT (Cruzeiro); Alexandre Melo, aos 22min do 1ºT; Jenison, aos 4min, Matheus Barbosa, aos 48min do 2ºT (Cuiabá)

Motivo: 32ª rodada da Série B

Estádio: Independência

Data: terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Horário: 21h30

Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)

Assistentes: Neuza Inês Back e Daniel Luis Marques (SP)

Tags: empate Cruzeiro tropeço serieb interiormg futnacional cuiabamt