Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro fecha acordo de R$ 14 mi com Moçambique para intercâmbio da base

Negócio foi capitaneado pelo diretor de negócios internacionais, Juliano Belletti

postado em 15/01/2021 12:11 / atualizado em 15/01/2021 14:34

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D. A Press)

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, revelou que o clube fechou acordo com o governo de Moçambique para intercâmbio envolvendo a base. O projeto foi capitaneado pelo diretor de negócios internacionais, Juliano Belletti, e vai render R$ 14 milhões aos cofres celestes.

Em live realizada nesta sexta-feira, Sérgio Rodrigues repassou a informação em primeira mão aos sócios-torcedores da categoria Diamante, que pagam mil reais por mês. 

 

De acordo com o dirigente, a parceria com o governo de Moçambique terá duração até 2025. A Raposa receberá R$ 2,8 milhões por ano. A parcela de 2021 deverá ser paga em fevereiro.

"A gente está apalavrado, falta assinar. O Belletti estava viajando para poder resolver essa situação, não conseguiu embarcar por causa desse problema de COVID-19. Está aguardando para embarcar. Belletti está trazendo um contrato que em um mês paga dez anos de contrato dele no Cruzeiro. E o papel dele é esse aqui, trazer recursos para o clube", disse o presidente Sérgio Rodrigues à rádio 98FM.

 

Atrasos


O dinheiro vai chegar em boa hora, já que o clube vive sério problema financeiro. Sérgio Santos Rodrigues garantiu nessa quinta, em pronunciamento divulgado pelo canal oficial do clube, que realizará, na segunda-feira, o pagamento de pelo menos uma das folhas atrasadas dos funcionários do setor administrativo.

Ele se manifestou dois dias após protestos dos jogadores, que se recusaram a se concentrar para o jogo diante do Oeste. A Raposa acabou derrotada por 1 a 0, nessa quarta, pela 34ª rodada da Série B. Após o jogo, Luiz Felipe Scolari defendeu seus comandados e disse que entendia a manifestação.

"Fiquei por uma hora e meia hoje (quinta-feira) à tarde na Toca II, conversando com nossos atletas e esclarecendo toda a situação do clube. Dei um alento de que na segunda-feira (dia 18 de janeiro), depois de muito esforço, levantaremos um recurso para pagar uma folha do administrativo, que nos incomoda tanto quanto incomoda todo mundo”, disse Sérgio.

O atraso de salário dos jogadores é ainda maior. São duas folhas e meia (metade de outubro, novembro e dezembro), além do 13º. Sérgio se reuniu com os jogadores na tarde dessa quinta-feira, mas não conseguiu determinar um prazo para o pagamento do grupo de atletas e comissão técnica.

Tags: cruzeiro belletti acordo moçambique