Cruzeiro

CRUZEIRO

Técnicos que disputam o título brasileiro participaram da queda do Cruzeiro

Abel Braga e Rogério Ceni dirigem os líderes da Série A

postado em 22/02/2021 10:45 / atualizado em 22/02/2021 11:52

(Foto: Alexandre Guzanshe / EM DA PRESS)

Abel Braga e Rogério Ceni chegaram à última rodada do Campeonato Brasileiro disputando o título no comando de Internacional e Flamengo, respectivamente. Ambos participaram da campanha que rebaixou o Cruzeiro em 2019.

Os dois treinadores têm méritos nas campanhas dos times carioca e gaúcho. Abel assumiu o Inter em novembro de 2014, após a saída de Eduardo Coudet. Em 20 jogos, foram 12 vitórias, cinco derrotas e três empates.

Com Abel, o Inter conseguiu igualar a maior sequência de vitórias do Brasileiro de pontos corridos que pertence ao Flamengo de Jorge Jesus, com nove triunfos seguidos. A conquista que parecia cada vez mais próxima do Colorado se afastou com a derrota para o Fla, por 2 a 1, no Maracanã, nesse domingo.

Com o resultado, o Flamengo foi a 71 pontos. O Internacional tem 69. Na última rodada, o time gaúcho precisa vencer o Corinthians, no Beira-Rio, e torcer para o Rubro-Negro empatar ou perder para o São Paulo, no Morumbi.

O líder é comandado por Rogério Ceni. O treinador chegou a ser muito questionado no Flamengo por ter sido eliminado da Copa do Brasil para o São Paulo e da Copa Libertadores para o Racing. Apesar disso, ele conseguiu fazer o time render no Campeonato Brasileiro.

Em 21 jogos com Ceni, foram 11 vitórias, cinco derrotas e cinco empates. Nas últimas dez partidas do Campeonato Brasileiro, o time carioca venceu sete.

Cruzeiro

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Em 2019, Rogério Ceni dirigiu o Cruzeiro em uma rápida passagem. Em oito jogos, foram quatro derrotas, dois empates e duas derrotas. Chegou em agosto e foi demitido em setembro. Ele não resistiu à pressão dos jogadores experientes, como Thiago Neves, Dedé e Edílson, que pediram a cabeça do treinador para a diretoria.

Já Abel foi anunciado após a saída de Rogério Ceni. Em 14 jogos, venceu três vezes, perdeu três e empatou oito vezes. Deixou o clube em novembro, com grande risco de rebaixamento. Adilson Batista assumiu e rebaixou a Raposa.

Tags: raposa Rogério Ceni cruzeiroec flamengorj Abel Braga seriea interrs