CSA

CAMPEONATO BRASILEIRO

Athletico-PR vence CSA na Arena da Baixada e entra no G6 do Campeonato Brasileiro

Marcelo Cirino marcou o único gol no triunfo do Furacão sobre os alagoanos

postado em 03/11/2019 20:03 / atualizado em 03/11/2019 20:21

<i>(Foto: Bruno Guimarães/CAP)</i>

O Athletico Paranaense venceu o CSA por 1 a 0, na noite deste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marcelo Cirino foi o autor do gol.

 

A vitória colocou o Furacão no G6, na sexta posição na tabela, com 46 pontos. Já o time marujo segue em 18º, com 29, na zona de rebaixamento, e vê a distância para o Cruzeiro, primeiro time fora da degola, aumentar para quatro pontos.

Os paranaenses voltam a campo na próxima quarta-feira, novamente diante do seu torcedor, contra o Cruzeiro, às 21h30. Um dia depois, o CSA pega o Grêmio, em Porto Alegre, às 21h.

O jogo

Com a possibilidade de entrar no G6, o Athletico foi para cima desde o apito inicial, apostando nas jogadas laterais com Rony. O Furacão até conseguia tramitar boas jogadas, mas faltava calma e qualidade no último passe e finalização. Nikão, aos 10 minutos, quase abriu o placar de falta, mas a bola explodiu no travessão.

 

Do outro lado tinha um CSA mais preocupado em não levar gols do que criar chances. A primeira etapa terminou com 11 chutes a 2 em favor dos donos da casa, porém, o domínio não era eficaz.

Na segunda etapa, o panorama pouco mudou. Assim como na partida contra o Goiás, o Furacão voltou muito mais atento e intenso. Depois de acertar a trave aos 6, Rony mandou para o barbante três minutos depois. Em um contra-ataque fulminante, Tonny Anderson serviu Nikão, que mandou para o gol. No rebote de João Carlos, o camisa 7 completou para as redes. Mas, com auxílio do VAR, o árbitro Savio Pereira Sampaio assinalou impedimento e invalidou o tento athleticano.

Com o passar do tempo, acabava a paciência do Atheltico para tentar trabalhar as jogadas e furar a retranca do Azulão, resultando em um decréscimo técnico. Teria que ser na raça, na vontade. Com 36, Márcio Azevedo fez uma boa jogada pela lateral-esquerda, foi para linha de fundo e mandou para trás. Marcelo Cirino, de carrinho, entrou com tudo e enfim tirou o zero do placar.

Antes do fim, Bruno Nazário quase ampliou com um bonito chute, de fora da área, que explodiu no travessão. 13º triunfo do CAP no torneio e a 15ª derrota do Marujo.

ATHLETICO 1X0 CSA

ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Camacho, Bruno Guimarães e Nikão (Marcelo Cirino); Thonny Anderson (Bruno Nazário), Rony e Marco Ruben (Braian Romero). Técnico: Tiago Nunes

CSA: João Carlos; Celsinho, Alan Costa, Luciano Cástan e Euller; João Vitor, Dawhan (Jean Kléber) e Jonatan Gomez (Alecsandro; Warley, Apodi (Héctor Bustamante) e Ricardo Bueno. Técnico: Argel Fucks

Cartão amarelo: Bruno Guimarães, Tiago Nunes, Marco Ruben e Thiago Heleno (Athletico-PR); Dawhan, Ricardo Bueno e Luciano Castán (CSA)

Gol: Marcelo Cirino, aos 36 minutos do segundo tempo (Athletico-PR)

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data: 3 de novembro de 2019 (domingo)
Arbitragem: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Tags: seriea csaal