CSA

SÉRIE B

CSA vence fácil o Figueirense e se distancia da zona de rebaixamento

Time alagoano se reabilitou da derrota para o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, e chegou aos 16 pontos

postado em 06/10/2020 21:34

(Foto: CSA/divulgação)
Com um futebol intenso e eficiente, o CSA passou fácil pelo Figueirense por 3 a 0, nesta terça-feira, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com isso se reabilitou da derrota para o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, e chegou aos 16 pontos. O Figueirense, que vinha de goleada sobre o Oeste por 4 a 1, continua com 12.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, logo o CSA passou a dominar as ações em campo e a buscar o gol. Que saiu num pênalti, aos 18 minutos, bem cobrado por Paulo Sérgio. Ele deslocou o goleiro Rodolfo Castro. A falta foi de Matheus Neris em cima de Nadson, escalado para deixar o CSA mais ofensivo.

Mantendo a pressão ofensiva, o time alagoano ampliou o placar aos 28 minutos. A jogada começou do lado esquerdo e a defesa não cortou direito o cruzamento. A sobra ficou para Madson, que pegou a bola de costas, fez o giro em Marquinho e já bateu de primeira. A bola, bem colocada, entrou no canto esquerdo do goleiro. E quase saiu o terceiro gol aos 30 minutos, em um escanteio cobrado por Rafinha. A bola ganhou efeito e entraria direto não fosse um tapa de mão esquerda de Rodolfo.

No segundo tempo, o Figueirense voltou mais adiantando na tentativa de reagir. Com isso, exigiu o recuo do CSA que passou a explorar os espaços para armar os contra-ataques.

No banco de reservas do Figueirense, o técnico Elano Blumer tinha poucas opções. Antes do jogo a direção do clube catarinense anunciou mais três casos de covid: com o lateral-direito Elácio, o lateral-esquerdo Brunetti e o atacante Nicholas, totalizando 11 resultados positivos desde o início da pandemia.

O Figueirense ainda criou duas boas chances para diminuir o placar, porém, errou nas finalizações. O CSA aproveitou e marcou o terceiro aos 39 minutos, quando Pedro Lucas invadiu a área e, na frente do goleiro, só deu um tapinha para mandar a bola às redes.

No final de semana, pela 15.ª rodada, o CSA vai receber o Paraná, de novo, em Maceió. O Figueirense fará duelo estadual contra a Chapecoense, também na sexta-feira, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

CSA 3 X 0 FIGUEIRENSE

CSA - Matheus Mendes; Diego Renan, Cleberson, Luciano Castán e Rafinha (Igor Fernandes); Yago (Marquinhos), Geovane e Nadson (Pedro Júnior); Andrigo, Rodrigo Pimpão (Victor Paraíba) e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Mozart.

FIGUEIRENSE - Rodolfo Castro; Patrick, Alemão, Paulo Ricardo e Pereira; Arouca (Gabriel Lima), Matheus Neris (Elyeser), Marquinho (Everton Santos) e Everton Galdino (Dudu); Bruno Michel e Diego Gonçalves (Keké). Técnico: Elano Blumer.

GOLS- Paulo Sérgio, aos 18, e Nadson, aos 28 minutos do primeiro tempo. Pedro Lucas, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Paulo de Moura Pinheiro (MT).

CARTÕES AMARELOS - Marquinhos e Andrigo (CSA).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Tags: figueirense csa serieb americamg cruzeiroec figueirensesc csaal