Futebol Nacional

CRUZEIRO

Enderson avalia jogadores da base no elenco principal do Cruzeiro: 'Podem ser peça muito importante na equipe'

Técnico da Raposa tem dado oportunidade a vários atletas formados na base celeste

postado em 02/08/2020 06:00 / atualizado em 01/08/2020 19:52

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Desde que começou o processo de reconstrução após o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tem utilizado cada vez mais jogadores formados nas categorias de base do clube. Para o técnico Enderson Moreira, esses jovens jogadores logo poderão se tornar peças importantes para a equipe celeste durante a campanha de acesso.

Desde o início do ano, o Cruzeiro promoveu a subida de vários jogadores das categorias de base ao elenco principal, e vários desses atletas têm ganhado espaço com Enderson. Nesse sábado, por exemplo, na vitória por 3 a 0 sobre o Patrocinense, na semifinal do Troféu Inconfidência, o treinador celeste escalou a Raposa com cinco atletas formados na base. Ao longo da partida, mandou a campo mais três pratas da casa.

Mesmo com pouca idade, esses atletas têm sido fundamentais na temporada. Maurício e Thiago, por exemplo, são os artilheiros do time com 4 e 3 gols, respectivamente. Para Enderson Moreira, é difícil prever qual o nível esses jovens podem atingir, mas acredita que em pouco tempo podem se tornar fundamentais na reconstrução do Cruzeiro, desde que aproveitem as oportunidades que tiverem.

“Nós que trabalhamos com jovens não temos muita certeza de onde eles podem chegar ainda, ninguém sabe. Eles podem superar aqueles jogadores mais veteranos, rodados e experientes. Podem ser, daqui a pouco, uma peça muito importante na nossa equipe. O mais importante é que você oportunize para esses atletas bons momentos, que você possa dar rodagem, que eles possam, na medida que tenham oportunidade, maturar dentro do jogo, de uma competição, em situações que são mais favoráveis. E estamos tentando fazer isso à medida que os jogos vão se desenrolando, observamos mais”, explicou o técnico do Cruzeiro.
 
 
De acordo com Enderson, é nítida a evolução desses jogadores, que assimilaram muito rápido seu estilo de jogo. Sendo assim, é natural vê-los ganhando cada vez mais espaço no grupo estrelado.

“Temos o maior cuidado com os meninos. Procuramos passar tranquilidade para eles. Acho que, no dia a dia, eles têm desenvolvido em muitos aspectos, estão compreendendo melhor o jogo, aquilo que temos como ideia de jogo. Então são atletas que, naturalmente, vão buscando espaço à medida que vão tendo oportunidades”, completou.

Apesar dos elogios, o treinador do Cruzeiro preza pela tranquilidade com os garotos, que devem ser utilizados no momento certo. Assim, a transição entre base e profissional pode se tornar mais fácil e, no futuro, eles podem dar retorno técnico e financeiro ao clube.

“Temos o maior cuidado, acho que temos uma base de jogadores muito interessante, formados na casa, e a nossa expectativa é que sempre esses atletas possam nos dar esse apoio em termos de elenco, de plantel, e com certeza um ou outro vai ter um destaque, e isso é importante para aquilo que o clube tem como projeção futura”, concluiu.
 

Próximos desafios


Com a vitória sobre o Patrocinense nesse sábado, o Cruzeiro avançou à final do Troféu Inconfidência e disputará a decisão do minitorneio na quarta-feira, às 19h, no Mineirão. Depois, no sábado, dia 8, fará sua estreia na Série B diante do Botafogo-SP, às 19h, também no Gigante da Pampulha.
 
  

Tags: serieb cruzeiroec interiormg futnacional mineiro2020