Futebol Nacional

PE2013

Sonhando com gol no domingo, Renatinho está satisfeito com novo posicionamento

Jogador explicou sua nova função no meio campo, auxiliando a municiar o ataque tricoolor

postado em 25/04/2013 13:00 / atualizado em 25/04/2013 14:06

Maurício Penedo

Blenda Souto Maior/DP/D.A Press
O Santa Cruz não treinou no campo nesta quinta-feira. Os jogadores permaneceram todo o tempo na academia, realizando treinos físicos. Mas, segundo o meia Renatinho, isso não quer dizer que os atletas tiveram uma manhã mais leve do que o normal. "Para quem pensa que foi moleza, estão enganados. Foi dureza, suamos muito. Vida de jogador de futebol é assim", resumiu Renatinho.

O jogador elogiou o sistema de marcação por zona utilizado pelo técnico Marcelo Martelotte. "Vem endo uma experiência muito boa. Antes a marcação era individual. Do jeito que está agora, por zona, é bom para o jogador. Cada um faz sua função dentro de campo, no setor determinado nos treinos. Gostei muito e não tive dificuldades em me adaptar a esse estilo de marcação", falou o "xodó" da torcida tricolor.

Se o sistema de marcação ganhou elogios, a nova função de Renatinho, como um autêntico meia, também foi ressaltada pelo jogador, que falou não ter problemas em atuar auxiliando o ataque. "Estou tranquilo com o novo posicionamento. Se Raul não se adaptar atuando pelo lado do campo, posso trocar com ele sem problemas, e ele fica mais centralizado. Jefferson Maranhão fica na esquerda e eu no meio. Nos adaptamos bem. São todos jogadores de qualidade", elogiou.

Após marcar um bonito gol contra o Náutico na partida de ida, o atleta revelou que sonha em repetir a dose, desta vez no estádio dos Aflitos. "Estou tranquilo em relação a isso. Se sair um golzinho lá, pode ser de qualquer jeito. Sonhar a gente sonha em marcar de novo, mas realizar é outra história, mais difícil", cravou,

Renatinho falou também que sua atuação foi uma "resposta" às críticas que ele vinha recebendo, segundo o mesmo, dentro do próprio Santa Cruz. O jogador não quis citar nomes. "Estavam me criticando muito aqui. eu não estava jogando porque estava lesionado. Estava sem puder ajudar dentro de campo. Domingo pude contribuir, a resposta veio dentro de campo", finalizou.