Futebol Nacional

Natural

Marcelo Martelotte não se incomoda com o favoritismo do Internacional

Treinador diz que favoritismo do adversário é natural, pelas diferenças de investimento e de divisão dos times. "Não vejo nada demais nisso", comentou

postado em 30/04/2013 13:52 / atualizado em 30/04/2013 14:39

Alexandre Barbosa /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
O abismo de realidades fazer o Internacional ser apontado como favorito diante do Santa Cruz, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil. Nada que incomode, porém, os tricolores. Para o técnico Marcelo Martelotte, é natural que o adversário seja considerado candidato à vitória. Por isso, ele já adiantou que não pretende usar isso como motivação para os jogadores.

“De modo geral, a imprensa vai colocar o Inter como grande favorito. Não vejo nada demais nisso. Bastante ver a situação das duas equipes, as diferenças entre investimento e de divisão. Seria surpreendente se times como Internacional, Santos, Flamengo, que estão atrás do título e da vaga na Libertadores, não fossem colocados como favoritos”, afirmou Martelotte.

Ver o Inter como favorito não significa, porém, que o Santa Cruz abre mão da Copa do Brasil. Pelo contrário. Martelotte ressalta que, em campo, as diferenças acabam. “A gente sabe da dificuldade que é passar dessa fase. Mas as duas equipes entram em pé de igualdade para realizar até dois jogos”, contou o treinador. “Se você entrar pensando na diferença de investimento, que é enorme, vai imaginar um jogo de um time só, e não é isso que vai acontecer”.