Futebol Nacional

Série C

Santa Cruz encara Brasiliense pressionado e atletas prometem jogar pelo treinador

Tricolor do Arruda precisa de vitória para se manter perto do G4 da Série C

postado em 07/08/2013 08:49 / atualizado em 07/08/2013 10:05

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Hoje, às 19h, quando o Santa Cruz entrar no gramado do estádio Boca do Jacaré, o futuro do treinador Sandro Barbosa será definido nos 90 minutos entre os apitos inicial e o final da partida. Apesar da diretoria tricolor insistir no discurso de que o técnico segue prestigiado dentro do clube e que tem o grupo na mão, seria impossível segurá-lo no comando da equipe após uma nova derrota. Os dirigentes preferiram investir na motivação dos jogadores. Antes do treino da segunda-feira, o diretor Constantino Júnior se reuniu com o elenco para cobrar mais atitude dentro de campo. No mesmo dia, um protesto dos torcedores pedindo a cabeça do técnico estendeu uma faixa nas sociais do Arruda onde perguntava: “Onde está o time de guerreiros?”.

Os jogadores assumiram a responsabilidade e, com discursos afinados, prometem jogar pela manutenção do técnico. “Vamos correr por ele, pois, nos últimos dias, ele deu a cara por nós. De lá (Taguatinga) não saímos sem pontuar”, promete o zagueiro Léo Bahia. “Sandro é uma pessoa de caráter e que queremos ter do nosso lado. O time de guerreiros continua aqui, estamos tentando resgatar isso”, confessa Luciano Sorriso. O meia Leozinho, também engrossa o coro. “Sabemos da integridade dele como profissional, além de ser amigo de todo o grupo. Iríamos lamentar muito se ele saísse”, confessa.

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Mudanças
Na berlinda, Sandro tenta se mostrar calmo com a pressão que vem das arquibancadas. “Não é momento de desespero, mas não é o momento que eu queria”, admite. Para ele, é mais importante focar no resultado. “Só a vitória interessa, mas para o bem do Santa Cruz. Temos que ir lá e fazer um grande jogo. Ainda não fizemos esse grande jogo na Série C, fizemos uma boa partida contra o Fortaleza, porém está faltando uma grande apresentação. Esse tem sido nosso calo, nossa angústia, para acabar com esse tabu de não vencer fora”, afirma.

Para complicar ainda mais a situação do treinador, a equipe terá seis desfalques para o confronto. Flávio Caça-Rato e Leandro Souza estão suspensos. Renatinho, Everton Sena, Raul e Nininho machucados. Assim, Thiago Costa reassume a lateral esquerda e Léo Bahia estreia na zaga. No lugar de Raul, entra Leozinho que vai atuar mais próximo de Dênis Marques. Sorriso vai improvisado na lateral direita.

Os confrontos
Mesmo com tão pouco tempo de existência, o Brasiliense foi fundado em 2000, o time do Distrito Federal já tem um histórico de oito confrontos diante do Santa Cruz. Todos válidos por Campeonatos Brasileiros da Série B. Na última partida, na Boca do Jacaré, o time da casa venceu por 3 a 0.

Retrospecto geral
2 vitórias do Santa

(ambas no Arruda)
3 vitórias do Brasiliense
(todas no DF)
3 empates
(2 no DF e 1 no Arruda)

Retrospecto no DF
3 vitórias do Brasiliense
1 empate