Futebol Nacional

SANTA CRUZ

Com três clubes interessados, volta de Warley ao Santa é difícil, pontua diretor do Botafogo

De acordo com Ricardo Rotenberg, prioridade do clube carioca é emprestar jogador a clubes que paguem 100% dos seus vencimentos para desonerar folha

postado em 07/07/2020 17:25 / atualizado em 07/07/2020 17:30

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Revelado pelo Santa Cruz durante a campanha da Série C, em 2019, o lateral Warley foi vendido ao Botafogo no início do ano, mas não conseguiu seu espaço no elenco do alvinegro. Com isso, o jogador que não está nos planos do técnico Paulo Autuori, teve seu retorno classificado como interessante pelo executivo de futebol coral, Nei Pandolfo. Porém, segundo a diretoria carioca, esta possibilidade tem poucas chances de se concretizar.

De acordo com Ricardo Rotenberg, vice-presidente comercial e marketing do Botafogo, além de membro do comitê de futebol do clube carioca, até o momento não houve nenhum contato do Santa Cruz sobre Warley. O dirigente ainda apontou que o jogador despertou o interesse de três clubes da Série B, que se prontificaram em pagar 100% dos vencimentos do lateral, algo que não caberia no orçamento do Tricolor, que buscaria uma composição para que o Alvinegro pague a maior parte dos salários do atleta.  

"Se quiserem (Warley) é só nos procurar. Não houve contato (do Santa). Temos propostas de três clubes da Série B pagando todo o salário dele. Quem paga todos os vencimentos têm a prioridade", explicou Rotenberg, em entrevista ao Diario. 

Vale lembrar que a negociação que levou Warley para o clube carioca possibilitou ao Santa Cruz um crédito referente a possibilidade de empréstimo de jogadores no futuro. Esse valor estaria relacionado ao percentual de 50% do pagamento dos direitos do atleta, que foram avaliados em R$ 1,5 milhões. Sendo assim, o Santa contaria com a chance do lateral ser incluído em uma lista de atletas cedido ao clube pela sua própria transferência.

Além do Santa Cruz, Warley defendeu o CSA na Série A de 2019, quando foi emprestado após a eliminação do Tricolor na Série C, onde disputou 13 partidas e gerou o interesse do clube carioca. No Botafogo, o jovem entrou em campo apenas em duas oportunidades e soma 100 minutos jogados.