Futebol Nacional

PE2013

Cicinho quer aproveitar campo reduzido do Otávio Limeira para vencer o Ypiranga

Atleta, porém, alertou sobre a possibilidade de o Sport experimentar o seu próprio veneno, as bolas paradas

postado em 22/03/2013 12:46 / atualizado em 22/03/2013 12:51

Yuri de Lira /Diario de Pernambuco

Bruna Monteiro Esp.DP/D.A Press
O campo reduzido do estádio Otávio Limeira Alvez, em Santa Cruz do Capibaribe, pode ser um trunfo para o Sport. E uma arma contra o próprio mandante, o Ypiranga. Domingo, os rubro-negros enfrentam a Máquina da Costura e vão tentar se aproveitar das dimensões do gramado para explorar jogadas de bola parada. O fundamento, inclusive, foi trabalhado pelo técnico Sérgio Guedes com os jogadores leoninos na movimentação da manhã desta sexta-feira, na Ilha do Retiro. Com treinos de cobrança de escanteio e posicionamento de ataque e defesa. O atleta que estará encarregado dessas cobranças é Cicinho.

O lateral, no entanto, alertou que o Ypiranga também tem condições de se favorecer com o campo. "A bola está praticamente toda hora perto da nossa área. Temos que ter muito atenção. Por se tratar de um campo pequeno, é preciso ter atenção no passe. Trabalhamos isso durante a semana e vamos por em prática no jogo", falou Cicinho. Para o jogador, o Sport precisa continuar fazendo da bola parada um trunfo. "A bola parada tem sido um fator positivo para a nossa equipe. Temos conseguido fazer muitos gols. Temos que usufruir desse momento. Temos feitos gols e não tomado".

Cicinho crê que a vitória no clássico contra o Náutico, na rodada passada do Campeonato Pernambucano, aliviou uma tensão no clube e deixa o ambiente mais leve para a sequência da competição. Ele espera que a equipe rubro-negra repita a atuação que teve diante dos alvirrubros. "Fizemos uma ótima apresentação. Vencemos e convecemos o torcedor e o nosso comandante. Ele pediu atitude e nós conseguimos responder isso. Nos comprometemos mais. Foi isso que mudou. Tomamos o gols e também não nos desesperamos. Tivemos tranquilidade para virar o jogo", pontuou.