Futebol Nacional

Volta por cima

Goleiro pernambucano Danilo se recupera da malária e planeja volta ao futebol

Jogador contraiu a doença quando defendia a seleção de Guiné Equatorial e chegou a ficar um mês internado

postado em 07/08/2013 19:02 / atualizado em 07/08/2013 19:32

João de Andrade Neto /Esportes

Arthur de Souza /Esp. DP/D.A.Press.
Após passar pouco mais de um mês internado e 10 dias em coma por ter contraído malária enquanto defendia a seleção da Guiné Equatorial, o goleiro pernambucano Danilo, de 31 anos, está recuperado e já planeja voltar ao futebol. Ao ponto do departamento médico do Alecrim, seu atual clube, já preparar a volta do jogador aos treinos. Mesmo que de forma gradual.

"Me sinto feliz. Depois de tudo o que passei, só de estar aqui conversando normalmente, sem nenhuma sequela, já é motivo de muita felicidade. Num primeiro momento, eu nem pensei no futebol. Estava mais preocupado em recuperar a minha saúde e em poder rever as minhas filhas e minha esposa. Só depois que fui melhorando é que comecei a pensar se conseguiria voltar ao esporte", afirmou Danilo ao site Globoesporte.com.

Apesar do susto, o goleiro também não vê problema em voltar a defender a seleção de Guiné Equatorial. Segundo os médicos, por já ter contraído a doença, o atleta adquiriu anticorpos e não corre mais riscos de ter malária. Além de Danilo, outros dois brasileiros que defendem a seleção africana contraíram a doença. O meia Dio conseguiu se recuperar, mas o volante Claudiney Rincón faleceu no dia 8 de julho.

"A princípio estava temeroso e não pensava em voltar à Guiné Equatorial. Mas o médico me explicou que estou imune à malária. Já recebi convites para ir lá e devo voltar em breve para receber uma homenagem que estão preparando para mim", disse Danilo ao Globoesporte.com

 

Em Pernambuco, Danilo jogou em clubes como Salgueiro, Cabense e América.