Futebol Nacional

Alerta

Náutico precisa de mais atenção durante os primeiros 15 minutos de cada tempo

A zaga alvirrubra vem sendo vazada sempre nos primeiros minutos das partidas

postado em 16/07/2013 10:18 / atualizado em 16/07/2013 13:01

Daniel Leal /Diario de Pernambuco

CRISTIANE MATTOS/FUTURA PRESS/FOLHAPRESS
A situação do Náutico poderia estar melhor se o time entrasse um pouco mais atento em campo. O alerta foi lançado ontem, no desembarque alvirrubro no Aeroporto Internacional dos Guararapes, pelo zagueiro William Alves. Um total de 50% dos gols tomados pelo Timbu foram durante os 15 minutos de cada etapa. As cinco derrotas do clube na competição, para Coritiba, Cruzeiro, Grêmio, Ponte Preta e Vitória, tiveram em comum exatamente o este fato: gols levados no começo do jogo.

Inclusive, nos três últimos jogos do Náutico foi assim. Mal começou o jogo e… gol do adversário – contra Coritiba, Ponte Preta e Cruzeiro. “Faz três jogos que isso acontece e atrapalha todo o esquema e o planejamento do jogo. Precisamos ter mais atenção para fazer isso mudar”, disse William.

Frente a tal situação, o técnico Zé Teodoro, a torcida, a imprensa e agora até William Alves engrossou o coro de quem o Náutico precisa contratar mais para sair da atual situação na Série A. De acordo com o defensor, o momento não é de buscar culpados, e sim soluções. Solução que, segundo ele, passa pelo reforço do elenco para o seguimento da competição. “Não era o que ninguém gostaria, mas está acontecendo. Temos que trabalhar e reforços têm que chegar para que a gente possa ter equipe mais competitiva e tirar o Náutico dessa situação que se encontra hoje”, disse William Alves. O próximo compromisso do Náutico será às 21h do próximo sábado, contra o Botafogo, no es1tádio São Januário, no Rio de Janeiro.

Saiba mais

Os gols relâmpago
sofridos

1 minuto
Deivid (Coritiba)

10 minutos
Ricardo Goulart (Cruzeiro)

11 minutos
Diego Sacoman (Ponte Preta)

13 minutos
Maxi Biancucchi (Vitória)

15 minutos
Zé Roberto (Grêmio)

Segundo tempo

9 minutos
Rildo (Ponte Preta)

14 minutos
Vinícius Araújo (Cruzeiro)