Futebol Nacional

NÁUTICO

Goleiro Jefferson coloca que paralisação deve melhorar entrosamento do elenco do Náutico

Para arqueiro, principal preocupação é manter bom condicionamento físico enquanto aguarda retorno das competições disputadas pelo Timbu

postado em 01/04/2020 08:00 / atualizado em 01/04/2020 08:44

(Foto: Caio Falcão/CNC)
Um dos jogadores com maior identificação com a torcida do Náutico, o goleiro Jefferson defende que a paralisação pode contribuir para que o elenco do Timbu melhore. De acordo com o arqueiro, jogadores alvirrubros têm consciência de que precisam ter crescimento em alguns aspectos e pontua que um destes pode ser o entrosamento, pois não há a possibilidade de se construir um novo plantel neste período de suspensão. 

"A paralisação atrapalha muito. Não consigo dizer uma porcentagem, mas não vai se formar um novo grupo depois que acontecer tudo isso. Nós nos conhecemos e eu creio que o que pode atrapalhar é a parte física. Em relação ao entrosamento, pelo contrário, acho que vai melhorar porque sabemos que precisamos melhorar em alguns aspectos. Creio que vai atrapalhar no condicionamento físico, mas estamos fazendo o trabalho em casa, sendo orientados pelos profissionais do clube, então, nós cremos que poderemos voltar na melhor condição possível para dar continuidade no ano”, pontuou.

Jefferson ainda reforçou que durante esse tempo longe das atividades no CT e nos Aflitos, os jogadores devem ter cuidados com a preparação física para se manter em bom nível para o retorno das competições. Além disso, o goleiro destacou que não se pode descansar com os cuidados com a higiene, que vêm sendo amplamente difundidos pelos meios de comunicação e nas redes sociais.  

“Não estamos treinando no clube, mas continuamos nos preparando em casa, pois o Náutico teve essa preocupação. Foram separados grupos e cada profissional ficou responsável por determinado grupo para que se possa acompanhar os nossos treinamentos mesmo que de casa. Temos que trabalhar e treinar para que quando a gente volte essa questão física não pese tanto. Vai da consciência de cada atleta fazer seu trabalho em casa bem feito e tentar não perder tanto do condicionamento, pois assim ajudamos o clube e também o pessoal da parte física. Temos que trabalhar e treinar para que quando a gente volte essa questão física não pese tanto.”

“Em relação aos cuidados, são aqueles que estão sendo recomendados diariamente na televisão, nos jornais e nas redes sociais: lavar bem as mãos e evitar as aglomerações, passar álcool em gel, usar muita água e sabão, evitar beijos e abraços. Temos que tomar todos os cuidados possíveis, pois a situação no mundo está muito difícil, mas creio que vamos vencer, estando todo mundo junto e bastante consciente para vencer a batalha contra esse vírus”, finalizou.