Futebol Nacional

FUTEBOL NACIONAL

Goleiro Bruno é contratado por time do Tocantins

Jogador foi condenado a 20 anos de prisão pelo homicídio da modelo Eliza Samudio

postado em 31/03/2021 10:26

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)
O goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, foi contratado pelo Araguacema, time da primeira divisão do Campeonato Tocantinense. “É meu povo, está chegando reforço à altura. Seja bem-vindo”, escreveu o clube, em anúncio feito nesta quarta-feira pelas redes sociais.

Depois de atuar pelo Rio Branco, do Acre, ele foi anunciado há duas semanas pelo Esporte Clube Atlético Carioca, clube de São Gonçalo, da Região Metropolitana do Rio. No entanto, a equipe desistiu da contratação dias depois. 

Preso em setembro de 2010 pelo homicídio da modelo Eliza Samudio, além de sequestro e cárcere privado do filho Bruninho, o goleiro foi condenado a 20 anos e 9 meses. No entanto, ele cumpre a pena em regime semiaberto desde julho de 2019 e tenta se reintegrar ao futebol profissional.

Revelado pelo Atlético, Bruno está com 36 anos e teve o principal momento na carreira profissional pelo Flamengo, sendo campeão brasileiro pelo clube carioca em 2009. O goleiro teve o contrato rescindido com o clube carioca após o caso Eliza Samudio. 

Passagens curtas pelo futebol após prisão 


Desde a condenação, em março de 2013, Bruno tentou retomar a carreira profissional em diversas ocasiões. Em algumas, chegou a atuar, enquanto em outras sequer entrou em campo.  

Em 28 de fevereiro de 2014, Bruno assinou contrato com o Montes Claros, à época na segunda divisão do Campeonato Mineiro. O goleiro cumpria pena em regime fechado e teve permissão negada pela Justiça para atuar pela equipe do norte de Minas Gerais. Em 2015, o Montes Claros encerrou suas atividades, mas o contrato com Bruno só foi encerrado em 2017.

Tags: bruno condenado goleiro bruno eliza samudio araguacema atletico carioca