Goiás

CAMPEONATO BRASILEIRO

Em adeus de Luxemburgo, Vasco busca despedida honrosa no Brasileiro

Com remotas chances de evitar queda, Cruzmaltino encara Goiás, já rebaixado, nesta quinta

postado em 25/02/2021 09:39 / atualizado em 25/02/2021 09:47

(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Matematicamente, o Vasco ainda tem chance de escapar do rebaixamento no Brasileirão, apesar de ninguém no clube acreditar nesse milagre. Já conformado com a ida à Série B, a equipe busca uma despedida honrosa diante do Goiás, às 21h30, em São Januário. O jogo marcará o adeus de Vanderlei Luxemburgo, que não faz parte dos planos da diretoria para reerguer o time.

Apenas uma combinação salva o Vasco de sua quarta queda na história. Teria de ganhar dos rebaixados goianos, torcer para o Fluminense vencer o Fortaleza e ainda tirar um saldo de 12 gols, algo raro num futebol cada vez mais equilibrado.

Depois de bradar que o Vasco não seria rebaixado, Luxemburgo se rendeu à queda e disse "não ter como esconder o inevitável à torcida" após o empate sem gols com o Corinthians, na rodada passada. Assumiu os erros e se colocou à disposição para ajudar em mais uma reconstrução da equipe.

Menos de uma semana, porém, os dirigentes optaram por sua saída do clube carioca. Luxemburgo ainda dirige o Vasco contra os goianos. "Quero agradecer ao Vasco, sua gigantesca torcida e garantir que vou dirigir o time na última rodada. Prometi trabalhar nos 12 jogos e vou cumprir."

Após boa passagem em 2019, o treinador aceitou o desafio de tentar salvar a equipe sem receber salários. Mas fracassou e agora buscará, junto ao time, tentar um adeus com uma vitória para amenizar a dor do vascaíno.

Não conseguir fazer o time reagir nesses 11 duelos sob sua direção, até então, custaram caro ao comandante, que viu os dirigentes dispensarem sua permanência em reunião na quarta-feira.

Goiás se despede da elite pensando em se recuperar para nova temporada

Em sua despedida do Campeonato Brasileiro, o já rebaixado Goiás enfrenta o Vasco nesta quinta-feira, às 21h30, para cumprir tabela. O técnico Glauber Ramos precisará fazer algumas mudanças, porque tem atletas lesionados e suspensos para o duelo marcado para São Januário. 

Glauber, que assumiu o Goiás após a demissão de Enderson Moreira, já pensa na próxima temporada e, embora não tenha sua permanência confirmada, acredita na continuidade. Rebaixado para a Série B, o time goiano já planeja sua "reconstrução" para reagir na temporada 2021.

"Vamos minimizar os erros nas contratações para não ter um elenco cheio. Um elenco competitivo tem que ter qualidade técnica e jogadores que honrem as cores do Goiás, que resgatem o clube para a Série A", afirma o técnico, que ainda classificou a montagem do elenco como principal erro do Goiás na atípica temporada 2020, que só acaba neste ano.

Os desfalques começam no gol, porque Marcelo Rangel está com uma lombalgia aguda e será substituído por Tadeu. O zagueiro Heron também está lesionado e, com isso, o setor será formado por Fábio Sanches e David Duarte. No meio-campo, o volante Daniel de Pauli está suspenso, mas ele não havia sido titular no empate sem gols com o Bragantino.

Sem ambições nesta última rodada, o Goiás poderá sacramentar a queda do Vasco, que precisa da vitória e de uma improvável combinação de resultados para escapar do rebaixamento.



Tags: seriea goiasgo