Goiás

CAMPEONATO BRASILEIRO

Em confronto direto com Goiás, Bahia tenta encostar no G6 do Brasileirão

Invicto há quatro jogos, o Bahia está na zona intermediária da tabela

postado em 18/08/2019 07:15 / atualizado em 18/08/2019 10:21

<i>(Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)</i>
O Bahia tem como meta no Brasileirão conquistar uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem e por isso não pensa em outro resultado neste domingo que não seja a vitória sobre o Goiás. A partida válida pela 15ª rodada acontece na Arena Fonte Nova, a partir das 16 horas.

Invicto há quatro jogos - três empates e uma vitória -, o Bahia está na zona intermediária da tabela, com 20 pontos. A expectativa da comissão técnica é chegar na reta final do campeonato brigando por uma vaga no G6.

"A meta é audaciosa, mas é possível. E a gente tem o direito de perseguir. A gente tem um grupo com qualidade e enxuto, cuidamos da recuperação para não perdermos ninguém. Isso é que vai nos permitir continuar na briga", disse o técnico Roger Machado.

Em relação ao time que arrancou um empate com o Palmeiras, por 2 a 2, em São Paulo, na última rodada, o treinador vai ser forçado a fazer pelo menos uma alteração, pois o volante Gregore recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática.

Como as atividades foram fechadas, o substituto será conhecido apenas momentos antes do jogo. Ronaldo é o principal candidato, mas Elton se recuperou de contusão e pode ser escalado.

Mas as mudanças não param por aí. Desfalques na última rodada por pertencerem ao Palmeiras, o zagueiro Juninho e o atacante Artur retornam nas vagas de Wanderson e Élber, respectivamente. Artur, inclusive, foi convocado para defender a seleção olímpica em dois amistosos no início de setembro.

"Hoje, o treino fechado é a privacidade de fazer uma cobrança mais forte e não ser interpretado de outra forma ou montar minha equipe sem municiar o adversário", comentou o treinador.

Goiás


Sem vencer há cinco jogos no Campeonato Brasileiro, o Goiás terá meio time de desfalque para o duelo contra o Bahia. O técnico Ney Franco não poderá contar com Léo Sena, Geovane, Kayke e Yago suspensos pelo terceiro cartão amarelo, além de Rafinha, com uma luxação no braço, Daniel Guedes, com entorse de tornozelo, e Giovanni Augusto, com lesão de adutor na coxa.

"Não dá para ficar lamentando as ausências, tenho que dar moral para quem vai para o jogo e criar sessões de treinamentos para prepará-los para o duelo contra o Bahia. A gente vai criar uma situação de oportunidade para alguns atletas que não estão jogando. Vamos fazer trabalhos pensando nesse jogo contra o Bahia. Esperamos montar uma equipe em condições de fazer um jogo duro", disse Ney Franco.

Sendo assim, Rafael Moura será titular pela primeira vez no time esmeraldino, desde sua volta, no Brasileirão, já que ele iniciou jogando pela Copa Verde. Além do atacante, aparecem como novidades no time titular: o lateral Kevin, o zagueiro Rafael Vaz, os volantes Yago Felipe e Jean Carlos, além do meia Marlone.

"É um jogo muito difícil. Conheço bem o Roger e a comissão técnica, já trabalhei com eles. Além do fator casa que é muito forte, eles são muito fortes na recuperação de bola e no contra-ataque, muito velozes. Vamos ver a estratégia elaborada pelo Ney, mas independentemente de adversário precisamos reencontrar o caminho dos bons jogos. Precisamos urgentemente de voltar a somar pontos no campeonato", apontou Rafael Moura.

Vindo de derrota em casa por 1 a 0 para o Vasco, o Goiás está com 17 pontos na 14ª posição e tenta se distanciar da zona de rebaixamento, encabeçada pelo Cruzeiro, 17º, com 11, e que neste domingo enfrenta o líder Santos, às 16 horas, no Mineirão, no confronto que marcará a estreia de Rogério Ceni como técnico do time celeste.

Tags: goiás bahia brasileirão goiasgo bahiaba seriea brasileiro futebol