Goiás

GOIÁS

Edilson, ex-Cruzeiro, acerta com Goiás até fim da Série A

Lateral-direito teve contrato rescindido pelo Cruzeiro no começo de junho

postado em 25/08/2020 22:31 / atualizado em 25/08/2020 22:39

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O lateral-direito Edilson, ex-Cruzeiro, foi anunciado nesta terça-feira como novo reforço do Goiás para a disputa do Campeonato Brasileiro. O vínculo do jogador de 34 anos vai até o fim da Série A, em fevereiro de 2021.


“Olá torcida esmeraldina, aqui é o Edilson. A partir de agora sou jogador do maior do Centro-Oeste. Estou feliz e motivado com esse novo desafio. Um grande abraço a todos e tenho certeza que, juntos, vamos fazer uma grande temporada. Fiquem com Deus!”, disse o jogador à torcida do Goiás nas redes sociais.

Em 5 de junho deste ano, Edilson teve o contrato rescindido pelo Cruzeiro. O distrato foi registrado pela Confederação Brasileira de Futebol em 17 de julho. O lateral-direito entrou em acordo com a diretoria cruzeirense para receber valores pendentes a partir de meados de 2021.

Com salário de R$ 500 mil, Edilson tinha contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2020

Desde que deixou a Toca da Raposa II, Edilson estava fazendo trabalhos físicos em Porto Alegre com a ajuda de um profissional para manter a forma.

Passagem pelo Cruzeiro

Contratado ao Grêmio em negociação que envolveu os meias Alisson e Thonny Anderson, no início de 2018, Edilson não conseguiu cair nas graças da torcida do Cruzeiro. Apesar de ter se sagrado campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Mineiro (2018 e 2019), o lateral-direito alternou bons e maus momentos, sendo por várias vezes substituído em sua posição pelo volante Lucas Romero. Com a camisa celeste, anotou três gols em 75 jogos.

No Campeonato Brasileiro de 2019, Edilson ficou marcado pela péssima campanha que decretou o inédito rebaixamento celeste à segunda divisão. O Cruzeiro terminou o Campeonato Brasileiro em 17º lugar, com 36 pontos (sete vitórias, 15 empates e 16 derrotas), e encerrou um ano manchado por suspeitas de corrupção na administração do ex-presidente Wagner Pires de Sá. De acordo com o balanço financeiro divulgado pelo clube, foi contabilizado um déficit de R$ 394 milhões na temporada passada.

Tags: goiás mercado edilson cruzeiroec gremiors seriea mercadobola goiasec