CAMPEONATO MINEIRO

Rebaixado à Série D do Brasileiro, Boa mira permanência na elite do Mineiro

Time de Varginha reformulou o elenco para a disputa do torneio estadual desta temporada

postado em 26/02/2021 07:00

(Foto: Divulgação/Boa Esporte)
Com o elenco renovado para esta temporada, o Boa Esporte mira a permanência na elite do Campeonato Mineiro. O objetivo do clube é focar na reestruturação após um ano muito ruim, marcado pela queda à Série D do Brasileiro. Segundo a diretoria da Coruja, o planejamento é arrumar a casa para conseguir bons resultado nas competições futuras. 

No Estadual de 2020, o time de Varginha foi o sétimo colocado. Em 11 rodadas, somou apenas 14 pontos – foram três vitórias, cinco empates e três derrotas (42,4% de aproveitamento). A pontuação não foi suficiente para colocar o Boa na briga pelas vagas da fase final, mas o levou à disputa do Troféu Inconfidência. 

Já nesse certame, o clube do Sul de Minas decepcionou novamente: foi eliminado para o Uberlândia logo no primeiro jogo do torneio. Após o empate, por 2 a 2, no tempo normal, a classificação para a final foi resolvida nos pênaltis. O time do Triângulo Mineiro venceu por 5 a 4 nas cobranças. 
A galeria não aparece para você? Clique aqui!
 
Diferentemente da temporada passada, neste ano a Coruja trabalha com os pés no chão e reconhece as dificuldades que terá ao decorrer do Campeonato Mineiro. Para conseguir o objetivo de permanecer na elite, a diretoria entendeu que seria necessária a continuidade do trabalho do técnico Ariel Mamede e, por isso, o manteve no cargo mesmo com o rebaixamento no Nacional. 

Mamade comandou o Boa apenas por nove jogos na Série C do Brasileirão de 2020. O treinador chegou no segundo turno da competição, quando o time já estava na zona de rebaixamento e sem vencer nenhum jogo. Mesmo com a queda, ele teve bons resultados pelo clube: duas vitórias, quatro empates e três derrotas. 

Dentro do campo, a reformulação foi maior. Dos jogadores do elenco que terminaram a temporada passada, apenas sete permaneceram. Os remanescente do Mineiro 2020 são apenas o atacante Jefferson e lateral-direito Yuri Ferraz.

A diretoria da Coruja anunciou 17 reforços. São eles: os goleiros Carlos Miguel, Lucas Maticoli e Halls; os zagueiros Admilton e André Panalva; os laterais Lucas Santos, Carlos Henrique e Mateus Muller; os volantes Romeu, Guilherme Escuro, Vinícius Leonel e Rodrigo Ancheta; os meias Fabinho e Léo Coca; além dos atacantes Rafael Chaves, Nicholas e Igor Eto’o. 

Por mais que a projeção da diretoria seja escapar do rebaixamento no Mineiro, a expectativa do treinador e%u0301 a melhor possi%u0301vel. Segundo ele, o Boa montou uma equipe que dará trabalho: “Montamos uma equipe competitiva, extremamente dedicada e focada no desempenho do clube em 2021. Estamos realizando treinos muito intensos, objetivos e importantes. Estamos preparados para a estreia, muito focados e concentrados nos objetivos do clube para a temporada”, afirmou Ariel Mamede. 
A galeria não aparece para você? Clique aqui!
 
O Boa Esporte deu início à pré-temporada 2021 em 11 de janeiro. No período preparatório para o Mineiro, disputou duas partidas: vitória por 2 a 0 contra o Santarritense e empate por 1 a 1 diante do Atheltic Club. 

A estreia do Boa no Campeonato Mineiro será diante do América, neste sábado (27), às 19h. A partida será realizada no Estádio Independência, em Belo Horizonte.  

Boa Esporte


Nome completo: Boa Esporte Clube
Fundação: 1947
Posição no último Mineiro: 7º colocado
Presidente: Rone Moraes
Técnico: Ariel Mamede
Principais contratações: Carlos Miguel, Lucas Maticoli, Halls, Admilton, André Panalva, Lucas Santos, Carlos Henrique, Mateus Muller, Romeu, Guilherme Escuro, Vinícius Leonel, Rodrigo Ancheta, Fabinho, Léo Coca, Rafael Chaves, Nicholas e Igor Eto’o.

Elenco


Goleiros: Carlos Miguel, Lucas Maticoli e Halls
Zagueiros: Admilton, André Penalva, Alex Alves, Gabriel Barbosa e Márcio
Laterais-direitos: Yuri Ferraz e Lucas Santos
Laterais-esquerdos: Matheus Müller e Carlos Henrique
Volantes: Romeu, Guilherme Escuro, Vinícius Leonel e Rodrigo Ancheta
Meias: Dieguinho, Fabinho e Léo Coca
Atacantes: Jefferson, Diego Ceará, Rafael Chaves, Nicholas e Igor Eto'o

Tags: campeonato mineiro coruja americamg atleticomg cruzeiroec interiormg futnacional boa esporte mineiro2021