CAMPEONATO MINEIRO

América x Cruzeiro: prováveis times do clássico pela semifinal do Mineiro

Rivais definem neste domingo, no Horto, quem será o segundo finalista do Estadual de 2021

postado em 08/05/2021 12:27 / atualizado em 08/05/2021 12:45

(Foto: Fernando Almeida / América e Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
América e Cruzeiro concluíram neste sábado pela manhã as preparações para o clássico deste domingo, às 16h, no Independência, que definirá o segundo finalista do Campeonato Mineiro de 2021. No primeiro encontro, no Mineirão, o Coelho levou a melhor e venceu por 2 a 1, de virada.

Neste segundo duelo da semifinal, o América pode até perder por um gol de diferença que ainda assim estará classificado. Por ter feito a segunda melhor campanha na fase inicial, atrás apenas do Atlético, o clube do Lanna Drumond conseguiu a vantagem de jogar por vitória e derrota com o mesmo saldo de gols.

Já o Cruzeiro precisa de um triunfo por ao menos dois gols de vantagem.

Superior em boa parte do primeiro jogo da semifinal, o Cruzeiro deve ir a campo com a mesma formação do último domingo. O técnico Felipe Conceição deve confirmar o time com Fábio; Cáceres, Weverton, Ramon e Matheus Pereira; Adriano, Matheus Barbosa e Rômulo; Airton, Bruno José e Rafael Sobis.

A principal novidade do Cruzeiro estará no banco de reservas. Regularizado pelo Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o atacante Guilherme Bissoli, de 23 anos, contratado ao Athletico-PR, poderá ser relacionado pela primeira vez.

No América, Lisca levará para o vestiário do Independência uma dúvida no ataque. Com a boa atuação no primeiro confronto da semifinal, após marcar o gol que deu a vitória por 2 a 1 ao Coelho no Mineirão, o atacante Ademir voltou a ser cotado entre os titulares. Depois da partida, o treinador americano afirmou que o jogador tem “boas chances de retornar à equipe”.

Para que Ademir comece a partida entre os 11 iniciais, Lisca precisaria abrir mão do meio-campista Bruno Nazário ou do atacante Felipe Azevedo.

Se Ademir substituir Felipe Azevedo, Nazário comporia o meio-campo. Com essa mexida, o esquema tático seguiria o mesmo dos últimos dois jogos (4-4-2).

Se Nazário for sacado, o Coelho teria uma formação mais ofensiva (4-3-3). Ademir e Azevedo se revezariam pelos lados direito e esquerdo do campo.

Lisca também poderá começar o clássico repetindo a mesma escalação do primeiro jogo. Caso isso ocorra, o provável time terá: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Eduardo Baurmann, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê e Bruno Nazário (Ademir); Felipe Azevedo (Ademir) e Rodolfo.

A grande ausência do América neste segundo clássico será o técnico Lisca. Suspenso, ele será substituído pelo auxiliar Cauan de Almeida.

O treinador foi pivô de muitas polêmicas no primeiro jogo, no Mineirão, ao discutir com o atacante Bruno José, com o goleiro Fábio e ao se dirigir ao banco do Cruzeiro após a virada do América. Antes, ele alegou que foi provocado por integrantes da comissão técnica celeste.

O primeiro clássico terminou com confusão no hall do Mineirão, área que dá acesso aos vestiários. Jogadores do Cruzeiro alegaram que foram provocados por Lisca e prometeram uma história diferente neste duelo do Independência.

Tags: serieb americamg cruzeiroec interiormg futnacional seriea