Ademir, do América, brinca sobre choque que teve com Hulk: 'Sobrevivi'

Atacante do Coelho ainda disse que o jogador alvinegro parecia uma 'carreta'

25/11/2021 17:29 / atualizado em 25/11/2021 17:33
compartilhe
Partida entre América e Atlético, pelo Campeonato Brasileiro, em que Ademir e Hulk estiveram em campo
foto: Pedro Souza/Atlético

Partida entre América e Atlético, pelo Campeonato Brasileiro, em que Ademir e Hulk estiveram em campo



O atacante Ademir , do América , contou o episódio em que se chocou com Hulk , em uma partida contra o Atlético . Em tom de brincadeira, o jogador ressaltou a diferença de porte físico entre ambos e chamou o adversário de 'carreta'.

"Na verdade, ali foi um lance muito rápido. Eu estava em direção ao gol, e ele veio nas minhas costas. Aí não tem como eu fazer nada. Ele já é forte, eu magro do jeito que eu sou... eu só caí. Falei: 'Caraca, que carreta é essa aqui que me atropelou?'. Foi engraçado", afirmou o atacante para a ESPN

O lance ocorreu durante a primeira fase do Campeonato Mineiro desta temporada. Atlético e América se enfrentavam no Mineirão, em Belo Horizonte. No momento do choque entre os atacantes, a partida estava empatada em 1 a 1. O árbitro Marco Aurélio Pereira , no entanto, não assinalou falta, o que gerou revolta por parte dos americanos.

"Me lembro. Aquilo ali foi pênalti, foi falta. Não tem como. Tá louco", afirmou Ademir.
 
Hulk e Ademir se chocando em partida válida pelo Campeonato Mineiro
foto: Reprodução / Premiere / Globo

Hulk e Ademir se chocando em partida válida pelo Campeonato Mineiro

 

Minutos depois do lance, Nacho Fernández e Guilherme Arana fizeram dois gols para o Atlético, que saiu vitorioso por 3 a 1 do 'clássico das multidões'. 

Edu Meneses, entrevistador que falou com o atacante americano nessa terça-feira, ainda brincou que, mesmo o jogo sendo em Belo Horizonte, o jogador foi parar na cidade de Fortaleza após o choque. Em tom de brincadeira, Ademir completou: 'Sobrevivi'.

O atleta americano já assinou um pré-contrato e irá atuar pelo Atlético na próxima temporada. Apesar de ter futuro certo no rival, o jogador carrega 'eterna gratidão' pela oportunidade que o Coelho lhe ofereceu.

"O América vai ter sempre a minha gratidão, meu reconhecimento, meu respeito por ter me dado a oportunidade de sair de um clube pequeno, eu não tive base, não tive uma formação que a maioria dos jogadores têm. Mudou minha vida de uma forma incrível e daqui eu consegui me casar, estar conseguindo sustentar minha esposa e depois consequentemente meus filhos (Lorenzo de 1 ano e 7 meses e o Gael de 2 meses), poder dar o conforto pra eles, levar o alimento para dentro de casa", disse Ademir.

Compartilhe