Palmeiras

CAMPEONATO PAULISTA

Corinthians x Palmeiras: clássico se torna chance para reservas e jovens

Rivais se enfrentam nesta quarta, às 19h, na Neo Química Arena

postado em 03/03/2021 10:37 / atualizado em 03/03/2021 13:56

(Foto: Rodrigo Coca/Corinthians)

Quem se acostumou a ver ao longo da história os clássicos entre Corinthians e Palmeiras com os dois times jogando com força máxima e com grandes ídolos em campo certamente vai se decepcionar com a partida desta quarta-feira, às 19 horas, pelo Campeonato Paulista. Os rivais se encontram na Neo Química Arena com muitos reservas e garotos da base, reflexo direto do surto de COVID-19 no time alvinegro e da maratona do calendário no lado alviverde.
 
 
Enfraquecidos por inúmeros desfalques e jogadores poupados, Corinthians e Palmeiras vão até precisar usar a lista extra de inscritos para completar o banco de reservas. O Campeonato Paulista permite que cada clube relacione até 26 atletas do time principal, além de uma relação extra composta só por jogadores de até 20 anos e revelados na própria equipe. Por isso, nomes pouco conhecidos da torcida podem ganhar chance.

O técnico do Corinthians, Vagner Mancini, perdeu na véspera do clássico oito jogadores diagnosticados com a COVID-19. Estão contaminados pela doença os goleiros Cássio e Guilherme, os laterais Fábio Santos e Fagner, o zagueiro Raul Gustavo, os meias Gabriel e Ramiro e o atacante Cauê.

Outros 11 funcionários do clube também estão com a doença. Alguns tiveram sintomas e passaram por exames em um hospital. Todos estão em isolamento e tiveram o diagnóstico da doença confirmado após uma segunda rodada de exames PCR.

O maior problema é no gol. O clube liberou Walter para o Cuiabá no mesmo dia em que Cássio e Guilherme testaram positivo para a COVID-19. Quem deve ganhar chance para estrear como profissional é Matheus Donelli, de 18 anos. Além dele, o clube pode apostar em Caíque França.

Os desfalques enfraquecem o plano do treinador de vingar no clássico a derrota por 4 a 0 sofrida no último encontro, em janeiro. "Temos a oportunidade agora de enfrentar novamente o Palmeiras. Vamos fazer de tudo para ser uma história diferente. Independentemente de qual equipe for escalada, temos a obrigação de fazer um jogo diferente daquele (de janeiro)", disse Mancini

Os problemas no elenco vieram justamente em um momento de reformulação. O Corinthians prepara a saída de alguns atletas pouco utilizados e não ocupou as 26 vagas permitidas na inscrição para deixar algumas para possíveis reforços. Agora, vai precisar se virar com o que tem à disposição.

O Palmeiras também não inscreveu todos os atletas disponíveis. Focado na decisão da Copa do Brasil contra o Grêmio, o clube só registrou nove atletas do time profissional e mais outros 13 na lista para a base. Por ainda serem jovens, Gabriel Menino e Danilo estão incluídos nessa segunda relação.

Só vai jogar quem não entrará em campo na decisão de domingo. Um exemplo é o zagueiro Luan, que está suspenso após ser expulso em Porto Alegre. "A minha obrigação é, dentro dos recursos que temos, preparar cada jogo, fazendo gestão de energia e jogando na máxima força. É isso que vamos fazer. Vamos procurar ter uma equipe competitiva", disse o técnico Abel Ferreira.

O clube vai apostar no clássico até em jogadores que estavam emprestados para outros times. O lateral-esquerdo Victor Luís retorna após passagem pelo Botafogo. O atacante Papagaio deve ficar à disposição depois de defender o Atlético-MG por um período e cumprir longa suspensão por ser pego no antidoping.

Tags: palmeirassp