Palmeiras

SÉRIE A

Palmeiras volta ao Castelão após dois meses para se recuperar de derrota traumática

Em seu último jogo no Castelão, tima paulista perdeu para o Ceará

postado em 22/09/2019 08:59 / atualizado em 22/09/2019 09:11

<i>(Foto: Divulgação)</i>
Com novo técnico e em momento bem diferente, o Palmeiras retorna neste domingo, ao Castelão, em Fortaleza, após dois meses. O time esteve pela última vez no local quando perdeu por 2 a 0 para o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro, e viu acabar a invencibilidade de 33 partidas na competição, em longa série iniciada na edição anterior do torneio. Desta vez, o adversário será o Fortaleza, às 16 horas, e o objetivo é se manter na perseguição ao líder Flamengo.

A equipe do técnico Mano Menezes acumula três vitórias seguidas na competição e vive uma fase tranquila. Com bom futebol, o Palmeiras teve ainda a semana inteira para treinar e conseguir escolher quem seria o substituto do atacante Dudu, suspenso. Zé Rafael é quem deve ganhar chance. Na defesa, o zagueiro Gustavo Gómez é dúvida e pode dar lugar a Luan.

A última visita do Palmeiras à capital cearense, em julho, teve clima bem mais tumultuado. A equipe havia acabado de ser eliminada da Copa do Brasil pelo Inter, em Porto Alegre, e presenciou um protesto na porta do hotel, com xingamentos e pipocas atiradas contra os jogadores. O momento piorou de vez na derrota para o Ceará, resultado que integrou uma longa sequência de sete partidas sem vencer.

O atual campeão regressa ao Castelão sem grandes problemas com o time, mas com uma polêmica nos dias anteriores à partida. As duas diretorias se desentenderam sobre o preço e a carga dos bilhetes destinados à torcida visitante. Apenas 3 mil palmeirenses devem comparecer ao estádio. Inicialmente o espaço estava reservado para 8 mil pessoas.

O Palmeiras inicia o segundo turno com o discurso de focar nos próprios resultados em vez de torcer por tropeços dos adversários. "Falta muito campeonato e não temos que nos preocupar com os demais times. Precisamos focar nos nossos jogos e nas nossas obrigações. O Fortaleza já demonstrou que é uma equipe muito forte, principalmente quando atua diante de sua torcida", afirmou o meio-campista Bruno Henrique.

Sem poder contar com Wellington Paulista, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Felipe Pires, por questões contratuais, o Fortaleza tenta reencontrar o caminho das vitórias. Sendo assim, o técnico Zé Ricardo deve formar o ataque com Osvaldo e André Luis. A principal novidade é o retorno de Juninho, que ficou de fora no empate por 1 a 1 com o Bahia. O jogador terá ao seu lado no meio de campo Felipe, Gabriel Dias e Romarinho. O treinador fechou os treinos ao longo da semana.

"É bom rever os antigos amigos e nesse jogos sentimos uma motivação maior e espero fazer um bom jogo, como foi contra o Bahia, para que eu possa ajudar meus companheiros a adquirir pontos positivos que é importante para a gente. Se eles estão motivados na briga pelo título, nós estamos pela permanência na série A. Não tem motivação maior que essa", afirmou o zagueiro Jackson.

Já o meia-atacante Romarinho aposta no entrosamento para superar o Palmeiras: "Nós o enfrentamos no primeiro jogo do campeonato. Agora, já se passaram 19 rodadas e estaremos com um pouco mais de entrosamento. Isso será importante para nossa partida. Nós conseguimos trabalhar tudo aquilo que a gente tinha que fazer nos jogos e hoje estamos conseguindo demonstrar e ficarmos bem postados", concluiu.

Sem vencer há dois jogos, o Fortaleza soma 22 pontos e precisa vencer para não queimar a "gordura" que acumulou na luta contra o rebaixamento.

Tags: palmeirassp seriea nacional fortalezace