Tênis

TÊNIS

Com dores no ombro, Djokovic afirma que estará recuperado até a gira asiática

Tenista abandonou o duelo com o suíço Stan Wawrink por dores no ombro

postado em 12/09/2019 16:50 / atualizado em 12/09/2019 19:11

 

<i>(Foto: Don Emmert/AFP )</i>

Após assustar os fãs ao abandonar nas oitavas de final do US OpenNovak Djokovic afirmou nesta quinta-feira que deve estar totalmente recuperado a tempo de competir na temporada asiática, na reta final do ano do tênis profissional. O sérvio evitou revelar detalhes sobre a sua condição física atual.

"Desculpem-me por manter vocês no escuro nestes últimos dias. Estou tendo um momento maravilhoso com a minha família e estou trabalhando ativamente para me recuperar para que eu esteja pronto a tempo de disputar a gira asiática. Minha saúde sempre foi a minha prioridade e, assim que eu estiver pronto, estarei de volta", disse o tenista, dirigindo-se aos fãs, nas redes sociais.

Djokovic disputou o US Open deste ano com dores no ombro esquerdo, com direito a atendimento médico em quadra em algumas partidas. Ele chegou ao limite nas oitavas de final, diante do suíço Stan Wawrinka e acabou abandonando o duelo no início do terceiro set, quando perdia por 2 a 0.

Após o abandono, o líder do ranking evitou comentar sobre seu problema físico em entrevistas e também nas redes sociais, o que gerou suspeitas sobre a gravidade da contusão no ombro.

Na quarta, o jornalista Christopher Clarey, do jornal The New York Times, afirmou que o caso de Djokovic poderia exigir cirurgia. "A crescente dor no ombro de Djokovic, que o fez desistir da partida contra Wawrinka na quarta rodada pode fazê-lo não jogar por um longo período de tempo se precisar de cirurgia ou até um descanso mais longo", disse Clarey, nas redes sociais.

Nesta quinta, o tenista da Sérvia não mencionou qualquer chance de operação e nem deu detalhes sobre o estado atual do seu ombro. "Seguirei mantendo vocês informados do meu progresso e agradeço todos aqueles que me desejaram uma recuperação rápida", afirmou Djokovic.

A gira asiática terá início ainda neste mês, a partir do dia 23, com o Torneio de Chengdu, na China. Será a primeira de cinco competições no continente, sequência que culminará no Masters 1000 de Xangai, também em solo chinês. Depois o calendário da ATP voltará para a Europa, tendo como destaques o Masters de Paris, a partir de 28 de outubro, e o ATP Finals, em 10 de novembro, em Londres.

Tags: cirurgia lesão djokovic tênis