UAI


Cientista responsável por vacina contra COVID-19 é homenageada em Wimbledon

Sarah Gilbert é professora da Universidade de Oxford e coliderou o projeto Oxford-AstraZeneca contra a doença

29/06/2021 09:08
compartilhe
Os fãs também aplaudiram os esforços de organizações que contribuíram para a luta do Reino Unido contra a doença
foto: AELTC / Joe Toth / POOL / AFP

Os fãs também aplaudiram os esforços de organizações que contribuíram para a luta do Reino Unido contra a doença

Os torcedores de Wimbledon homenagearam na segunda-feira a cientista Sarah Gilbert, professora da Universidade de Oxford que coliderou o projeto da vacina Oxford-AstraZeneca contra a COVID-19, aplaudindo-a de pé na quadra central antes do início dos jogos no torneio em Londres. Os fãs também aplaudiram os esforços de organizações que contribuíram para a luta do Reino Unido contra a doença.

Os aplausos mais altos, porém, foram reservados para Gilbert e também para a equipe do Serviço Nacional de Saúde (NHS) britânico.

Gilbert, que estava sentada no camarote real, foi premiada com o título de dama real durante as comemorações do aniversário da rainha Elizabeth no início deste mês. O torneio de Wimbledon também planeja convidar outros indivíduos que desempenharam um papel importante no combate ao coronavírus para assistir aos jogos deste ano, sentados no camarote real.

Também no camarote real estava Hannah Ingram-Moore, filha do ex-capitão do Exército britânico Tom Moore, que impressionou o Reino Unido no início da pandemia do novo coronavírus ao caminhar em torno de seu jardim com a ajuda de um andador para arrecadar milhões de libras em doações para os trabalhadores do NHS.

CHUVA - O retorno de Wimbledon, após ficar de fora do calendário de 2020 devido à pandemia, contou com a chuva, que adiou várias partidas de simples para esta terça-feira, incluindo a estreia da americana Venus Williams.

Compartilhe