Cruzeiro

CRUZEIRO

Cadeiras, televisões, vidros, banheiros: a destruição do Mineirão no jogo que selou a queda do Cruzeiro

Minas Arena abriu as portas do estádio para a imprensa observar os danos

postado em 09/12/2019 11:08 / atualizado em 09/12/2019 13:15


Não conseguiu ver a galeria? Clique aqui

A Minas Arena, administradora do Mineirão, abriu as portas do estádio para a imprensa nesta manhã de segunda-feira. Os jornalistas puderam observar de perto os danos causados por alguns torcedores do Cruzeiro na derrota para o Palmeiras (2 a 0), jogo que enterrou o clube na Série B do Campeonato Brasileiro, nesse domingo.

Os responsáveis pelo estádio ainda não fizeram o cálculo do prejuízo. Segundo a Minas Arenas, isso será feito ao longo da semana. Contudo, dentro do Gigante da Pampulha, foi possível ver centenas de cadeiras arrancadas. Muitos banheiros também acabaram destruídos.

Os torcedores quebraram vários vidros. Nada passou impune pela ira dos cruzeirense: cerca de 40 televisões estão danificadas. Até um setor que estava fechado, o Lounge Panorâmico, foi depredado. O local é usado para eventos corporativos.

Os principais danos ocorreram no setor amarelo, no anel superior e inferior. Este setor é ocupado pela torcida organizada Máfia Azul. Isso também ocorreu no setor roxo. Na área laranja, onde ficou a Pavilhão Independente, não foram registrados danos.

Integrantes do Cruzeiro estão participando da vistoria ao lado de funcionários da Minas Arena. O clube pagará por todo o prejuízo. A limpeza do estádio será feita durante a semana.

Tags: brasileiro destruição danos cruzeiroec seriea