Cruzeiro

CRUZEIRO

Com Granata como principal alvo e caixão para Wagner, torcida do Cruzeiro volta a protestar em frente à sede do clube

Manifestação reuniu cerca de 150 torcedores nesta terça-feira, no Barro Preto

postado em 17/12/2019 20:18 / atualizado em 17/12/2019 23:09

(Foto: Luiz Augusto Barros/Superesportes)

Na noite desta terça-feira, a torcida do Cruzeiro voltou a protestar pela renúncia do presidente Wagner Pires de Sá e do vice Ronaldo Granata. A manifestação ocorreu em frente à sede administrativa do clube, no Barro Preto, e reuniu cerca de 150 torcedores.  






“Granata, ou você morre como herói ou vive o suficiente para ser vilão”. "Granata, seu egoísmo sangra 9 milhões de torcedores”, diziam as mensagens nas faixas estendidas.  Da sede, os torcedores se dirigiram para a porta da casa do vice-presidente e fizeram mais pressão pela saída dele do cargo.  

Wagner Pires de Sá foi mencionado nos cânticos. “Se não renunciar, olê, olê, olê, olá, o pau vai quebrar”. "Ão, ão, ão, renuncia, seu ladrão", entoaram os torcedores, que também levaram um caixão para o presidente. 

Na sexta-feira passada, membros de torcidas organizadas e torcedores comuns do Cruzeiro também fizeram protesto na sede administrativa do clube. Na ocasião, a torcida fechou a rua Timbiras para exigir a saída da atual diretoria. Cerca de 300 pessoas participaram da manifestação. 



 
 

Tags: cruzeiro protesto wagner pires de sá ronaldo granata