Cruzeiro

CRUZEIRO

Como joga, posição e números: conheça Yeison Guzmán, reforço do Cruzeiro

Última contratação da Raposa para a temporada, jovem colombiano chega do Envigado com grande expectativa do torcedor

postado em 20/04/2021 07:00 / atualizado em 21/04/2021 00:14

(Foto: Divulgação/Cruzeiro)

Nota atualizada às 23h55 de terça-feira, 21 de abril

Atenção: Guzmán não defenderá mais o Cruzeiro; entenda a reviravolta

O colombiano Yeison Guzmán foi o mais recente reforço anunciado pelo Cruzeiro para a temporada. Contratado pela Raposa junto ao Envigado, da Colômbia, o meio-campista gera grande expectativa no torcedor celeste. Mas qual o seu estilo de jogo? Em qual posição atua? Quais os números na carreira? A reportagem do Superesportes traz agora essas respostas.

Guzmán tem 23 anos, recém completados em março, e nasceu em La Unión. Ele foi revelado pelo Envigado e nunca vestiu outra camisa. Em quatro temporadas pelo clube, o meia atuou em 130 partidas, marcou 28 gols e distribuiu 20 assistências, totalizando aproximadamente uma participação em gol a cada três jogos. Os números foram extraídos da plataforma de análise Instat.

O melhor ano de Guzmán em termos de estatísticas foi em 2019, quando marcou nove gols e distribuiu seis passes para gol em 40 partidas. Na atual temporada, o colombiano entrou em campo em 17 ocasiões, com quatro gols e três assistências. Confira as estatísticas do jogador em 2020/21:

Médias por partida em 2021:

Fonte: Instat

- 1,8 key passes (passe que gera uma finalização)
- 3,3 chutes ao gol
- 1,4 cruzamento
- 2,1 dribles concluídos (66% de aproveitamento)
- 51 toques por partida
- 8,2 bolas perdidas
- 1,2 falta sofrida
- 1,4 desarme
 
 

Estilo de jogo

Rápido, habilidoso e o ‘homem da bola parada’, Guzmán é um meio-campista técnico. Pelo Envigado, o jogador atuava como meia, praticamente como um segundo atacante, com bastante liberdade para circular por todo o campo. Como era o destaque do time, dificilmente participava do momento defensivo e quase nunca recebia a bola atrás do meio-campo.

Pela velocidade e facilidade de 'pifar' (dar assistências e passes decisivos), o colombiano também tem credenciais para atuar pelas pontas. Na Toca da Raposa II, caberá a Guzmán se adaptar à filosofia de jogo de Felipe Conceição, em que todos precisam contribuir na marcação e ser intensos. Por estar habituado a um estilo de jogo no Envigado que priorizava o contra-ataque, sempre com liberdade, o meia ainda pode ‘sofrer’ em um primeiro momento diante de equipes mais fechadas, principalmente se ficar preso à faixa lateral do campo.

Destro, Yeison tem como preferência o lado esquerdo do ataque. Uma de suas principais características é soltar a bola rapidamente, com toques de primeira. Ele observa bem o que acontece ao seu redor e quase sempre sabe o que fazer, além de conduzir e proteger bem a ‘pelota’.

Até mesmo por atuar em uma faixa mais avançada do campo, Guzmán raramente realizava lançamentos longos no Envigado. Ele se destaca por seus passes curtos, velocidade na transição ofensiva e por chegar bem à área do adversário. O meia também era o responsável por todas as cobranças de escanteio, faltas e pênaltis do Envigado, o que pode ser fundamental no Cruzeiro.

Adaptação

É importante levar em consideração o contexto que Guzmán vivia na Colômbia. O Envigado é considerado um clube pequeno do país, sem muita torcida. Além disso, o time não tem muitos destaques individuais e, por isso, geralmente atuava com linhas de marcação baixas, cedendo a bola ao adversário.

O Envigado ocupou, respectivamente, a 15ª, 12ª e 13ª colocação do Campeonato Colombiano nos últimos anos. O time colombiano é conhecido pelo sucesso em sua categoria de base. Passaram por lá estrelas do futebol mundial, como James Rodríguez (Everton, da Inglaterra), Fernando Quintero (Shenzen, da China) e Freddy Guarín (ex-Vasco, atualmente no Millonarios, da Colômbia). 
 
Ou seja, Guzmán chega para uma realidade bem diferente, com cobranças diárias sobre o seu resultado e do seu time. Outro ponto a se considerar é a adaptação de um jovem jogador em outro país, com uma língua diferente. 

Negociação 

O Cruzeiro pagou 1,2 milhão de dólares (cerca de R$ 6,7 milhões) para ter 80% dos direitos econômicos do jogador. A Raposa não confirma valores. Guzmán assinou contrato até o fim de 2025 e ficará à disposição de Felipe Conceição após cumprir a quarentena e ser registrado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

Além de Guzmán, o Cruzeiro se reforçou nesta temporada com o zagueiro Eduardo Brock, o lateral-esquerdo Alan Ruschel, os volantes Rômulo, Matheus Neris e Matheus Barbosa, o meia Marcinho e os atacantes Bruno José e Felipe Augusto.

Tags: serieb reforcos copadobrasil futnacional guzman seriea envigado felipe conceicao yeison guzman posicao guzman lances guzman