Cruzeiro

CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro esclarece situações de Cabral, Henrique e Moreno

Trio de jogadores experientes tem futuro incerto no clube celeste

postado em 25/05/2021 14:57 / atualizado em 25/05/2021 15:08

(Foto: Montagem com fotos de Bruno Haddad e Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues se manifestou nesta terça-feira, em entrevista à TV Globo, sobre as situações dos volantes Ariel Cabral e Henrique e do atacante Marcelo Moreno. O trio, com muitos jogos pela Raposa, vive indefinição em relação ao futuro.

Sobre Cabral, Sérgio Rodrigues antecipou que o argentino deverá deixar a Toca da Raposa II por empréstimo. Não há até aqui, no entanto, qualquer definição sobre a equipe que receberá o volante para a sequência da temporada.

“O empresário dele conversou para provavelmente sair por empréstimo, ou alguma coisa. Ele tem contrato até o fim deste ano. A gente vê como vai seguir com ele”, disse o presidente do Cruzeiro, sem dar muitos detalhes.

Ariel Cabral tem contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2021. O vínculo do argentino foi renovado pela administração de Sérgio Rodrigues em agosto do ano passado. Dois meses depois, ele foi emprestado ao Goiás. Com a camisa esmeraldina, o volante disputou 20 jogos na campanha do rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. 

Moreno e Henrique


As situações do volante Henrique e do atacante Marcelo Moreno também foram tratados pelo presidente. Sérgio desconversou sobre o aproveitamento de ambos na equipe para a sequência da temporada e deixou a responsabilidade para o técnico Felipe Conceição.

No caso do boliviano, o presidente garantiu que nunca recebeu qualquer tipo de proposta. No início deste mês, porém, Marcelo Moreno garantiu ter recebido ofertas do Chile. Elas teriam sido descartadas pelo Cruzeiro.

“Para a gente nunca chegou nada nesse sentido. Então ele foca agora na Seleção (Boliviana) e depois nos sentamos para entender como vai ser dar essa continuidade dele”, disse. “Tem que perguntar para o técnico (se o Marcelo está nos planos). Quem define essas questões é a parte técnica”, completou.

Sobre Henrique, Sérgio adotou o mesmo discurso. “O primeiro é recuperá-lo (de cirurgia no joelho direito, realizada em fevereiro). Nossa obrigação com qualquer jogador do Cruzeiro que está lesionado, o primeiro plano é recuperá-lo (...) Quando ele estiver recuperado é questão de entender com o treinador e com o próprio Henrique”, projetou.

Henrique ainda não atuou nesta temporada. Seu último jogo foi em 10 de agosto de 2020, quando o Cruzeiro acabou derrotado por 2 a 1 para o Sampaio Corrêa, pela Série B. Ney Franco ainda era o comandante da Raposa.

Já Marcelo Moreno integra o grupo de Felipe Conceição. Em 2021, ele recebeu cinco oportunidades e marcou um gol. No entanto, após o jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, contra o América, no Independência, o treinador celeste colocou em dúvida a permanência do boliviano na Toca da Raposa II. 

Tags: serieb interiormg futnacional mercadobola