Velocidade

FÓRMULA 1

Mercedes lidera último teste da Fórmula 1 em Abu Dhabi

George Russel foi o mais rápido na atividade realizada no circuito de Yas Marina

postado em 04/12/2019 15:13 / atualizado em 04/12/2019 15:37

(Foto: ANDREJ ISAKOVIC / AFP)

A Mercedes liderou o último dia de testes da Fórmula 1 em 2019. Nesta quarta-feira, o britânico George Russell foi o mais rápido na atividade realizada no circuito de Yas Marina, em Abu Dhabi, realizada para avaliação dos pneus que serão utilizados na temporada 2020. Já o brasileiro Pietro Fittipaldi treinou pela Haas e fechou a atividade em oitavo lugar entre os 11 participantes.

Após treinar pela Williams na terça-feira, Russell cravou o tempo de 1min37s204 na melhor das suas 145 voltas para colocar a Mercedes na frente, como havia ocorrido na terça-feira, quando o finlandês Valtteri Botttas tinha sido o mais rápido do dia.

Piloto de testes da Haas, Pietro recebeu a oportunidade de pilotar a Haas nesta quarta. O neto de Emerson Fittipaldi deu 135 voltas, tendo a marca de 1min39s682 como a sua melhor. Ele, assim, foi 2s4 mais lento do que Russell, mas ficou a apenas 0s1 do que o tempo registrado pelo francês Romain Grosjean, piloto titular da Haas, na terça.

Quem mais se aproximou de Russell foi Charles Leclerc. O monegasco da Ferrari fez o tempo de 1min37s401, tendo dado 103 voltas rápidas. Mas chamou mais atenção por ter batido no muro ao perder o controle do seu carro na curva 14 do circuito de Yas Marina. Curiosamente, foi o segundo acidente diferente com um piloto da equipe italiana em dois dias de testes - na terça-feira, o alemão Sebastian Vettel rodou após tocar na Racing Point do mexicano Sergio Pérez.

O francês Pierre Gasly foi o piloto a mais registrar voltas nesta quarta-feira - 146 - e ficou na quarta colocação, com 1min38s166. Ele foi seguido, em ordem, pelo espanhol Carlos Sainz, da McLaren, pelo francês Esteban Ocon, da Renault, e pelo tailandês Alexander Albon, da Red Bull, o sétimo colocado.

Com Pietro em oitavo lugar, o brasileiro foi mais rápido do que o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, além dos dois pilotos que testaram pela Williams: o canadense Nicholas Latifi e o israelense Roy Nissani.

Tags: automobilismo Fórmula 1 Pietro Fittipaldi George Russell