Velocidade

NASCAR

Acidente marca abertura da Nascar nos EUA; Ryan Newman está em estado grave

Piloto disputava vitória nos metros finais quando foi tocado, perdeu o controle, bateu no muro e acabou acertado pelo carro que vinha atrás

postado em 18/02/2020 12:18 / atualizado em 18/02/2020 12:44

(Foto: Mike Ehrmann/AFP)
Um acidente chocante marcou a abertura da temporada de 2020 da Nascar, nos Estados Unidos, na noite de segunda-feira. Nos metros finais da prova que definiu as 500 milhas de Daytona, o piloto norte-americano Ryan Newman disputava a vitória contra Ryan Blaney e Denny Hamlin quando foi tocado pelo carro de Blaney, perdeu o controle e bateu no muro. Na sequência, Corey LaJoie, que vinha atrás, acertou em cheio o veículo de Newman.

O piloto de 42 anos foi levado para o hospital e, segundo a organização da Nascar, seu estado é grave, mas ele não corre risco de morte. Ele foi levado para o Halifax Medical Center e os médicos que estão cuidando dele afirmaram que houve muitos ferimentos graves.

A corrida começou a ser disputada no domingo, com a realização de 20 voltas, mas a chuva fez com que a sua conclusão fosse adiada para esta segunda-feira.

Aos 42 anos, Newman estreou na Nascar em 2000, conquistou 18 vitórias e sua melhor colocação na busca pelo título da categoria foi o vice-campeonato, em 2014. Ele tentava a sua segunda vitória nas 500 milhas de Daytona, prova que venceu em 2008.

Ao término da prova, Blaney comemorou o segundo lugar, atrás de Denny Hamlin, sem saber a gravidade do acidente com Newman. O piloto da Penske explicou que em momento algum teve a intenção de tirá-lo da prova com o toque em seu carro. "Espero que ele esteja bem. Isso é muito ruim e não é algo que você quer fazer. Definitivamente não foi intencional", afirmou.

Em sua versão para o acidente, o chefe da equipe de Blaney, Todd Gordon, disse que Newman parou na frente de Blaney, que tentou empurrá-lo. Como os carros não se alinharam, o veículo de Newman ficou sem controle e girou.