DA ARQUIBANCADA

Continuo sabendo quem vai ser o campeão

Mas, quem sabe o América dribla o esquemão e termina a Série B sendo campeão?

postado em 27/10/2017 12:00 / atualizado em 27/10/2017 11:22

RAMON LISBOA / EM DA PRESS

Em 25/8/2017, publiquei coluna com o título “Atenção! Já sei quem vai ser o campeão”. Nela, denunciei que “não resta mais nenhuma dúvida: CBF, responsável pela Comissão de Arbitragem, e a Rede Globo, que comanda os desmandos no Brasil e no futebol brasileiro, já decidiram: o Internacional será o campeão da Série B”. Afirmei que o “esquema da manipulação é claro e tem sido eficiente em seu mau propósito: de um lado, favorece ao Internacional; de outro, prejudica o América – e outros times. Os números são quentíssimos nas evidências: em 21 partidas disputadas (joga a 22ª hoje à noite), o Internacional teve ‘apenas’ nove pênaltis marcados a seu favor! E nenhum contra... Em seu jogo mais recente, 3 a 0 sobre o ABC, matéria do Superesportes mostra a engrenagem funcionando à vista de todos: ‘Aos 28 minutos, o atacante William Pottker estava se livrando da marcação, mas foi derrubado quase na linha da grande área e o juiz assinalou o pênalti’. Destaco aqui a palavra QUASE. Vi o jogo na TV e confirmo: sim, Pottker foi derrubado, mas o lance ocorreu ‘QUASE na linha da grande área’. Portanto, fora da área. Porém... Mais um gol na mão grande a favor dos colorados. Assim é fácil ser campeão”.

Alguns torcedores e torcedoras do América não entenderam a denúncia e a ironia nela contida e disseram que eu estava sendo derrotista ao apontar o Internacional como campeão. Discordo: sou realista. O que explica e justifica o título da coluna de hoje, pois o jogo Criciúma 2 x 3 Internacional foi mais uma vitória do esquema a favor dos colorados e mais uma prova do que escrevi dois meses atrás. Quando o placar estava em 2 a 2, houve pênalti escandaloso em Silvinho, atacante do Criciúma; penalidade que, obviamente, não foi assinalada pela arbitragem. Sujeira grossa à vista de todos. Assim é fácil ser campeão.

Um pouco de história. Como o Internacional andava mal das pernas no início do campeonato – em cinco jogos tinha duas vitórias, dois empates e uma derrota –, o esquema começou a funcionar sem vergonha na 6ª rodada, na vitória por 4 a 2 sobre o Náutico, em Porto Alegre. O detalhe que impressiona é que foram marcados quatro pênaltis para o Inter! É mole ou quer mais? Revi os melhores momentos da partida: o primeiro pênalti não existiu, mas... O Inter cobrou e fez 1 a 0. Depois, o juizão apontou mais três pênaltis: os batedores colorados fizeram dois, e o goleiro do Timbu defendeu os outros. Dois jogadores do Náutico foram expulsos...

Já com o esquema em ação, na rodada seguinte o Internacional veio a Belo Horizonte para enfrentar o América. Resultado: 1 a 1, com um pênalti escandaloso em Luan aos 29min do primeiro tempo que, evidentemente, a arbitragem não assinalou. O placar estava em 0 a 0. Como disse, e repito, o esquema pró-Inter está funcionando desde a 6ª rodada, e a tabela de classificação atual mostra o Colorado como líder da competição. Assim é fácil ser campeão.

Mas, quem sabe o América dribla o esquemão e termina a Série B sendo campeão?

Tags: americamg