Esporte na TV

ESPORTE NA TV

Comentarista do Fox Sports vê América 'mais favorito' em duelo pela Copa do Brasil: 'Corinthians que se cuide'

Paulo Lima analisa confronto entre os dois times no mata-mata e destaca qualidade coletiva do Coelho durante a temporada

postado em 28/10/2020 15:30 / atualizado em 28/10/2020 15:36

(Foto: Reprodução)


Na noite desta quarta-feira, o América visita o Corinthians, em jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Apesar da diferença de divisões entre as equipes, o comentarista Paulo Lima, do Fox Sports, vê o Coelho superior ao time paulista neste momento.

Na visão do comentarista, o trabalho do técnico Lisca é determinante para que o América esteja em um nível superior ao do adversário. O jornalista também chama a atenção para a pesquisa feita no programa ‘Expediente Futebol’, em que apontavam o Coelho como zebra no duelo eliminatório.

“Eu sou de um ponto de vista diferente. Na nossa pesquisa está ali o América como zebra, eu não acho, não. Acho o América mais favorito do que o Corinthians neste momento. A maneira como o América está jogando é mais consistente, e tem o dedo do treinador, que tem uma arrumação tática e um trabalho”, opina Paulo Lima.

Em vista de um duelo no mata-mata, Paulo vê o América como mais preparado. “O América hoje, no mata-mata, é um time mais coeso. O trabalho do Lisca a gente já conhece há muito tempo, por onde passou, e o América faz um trabalho consistente. O Corinthians que se cuide”, finaliza. 

Lembrança do Mineiro e lance polêmico contra Atlético


Para falar sobre a temporada do América e o trabalho com Lisca, que perdura desde janeiro deste ano, o comentarista do Fox Sports destacou o duelo contra o Atlético, de Jorge Sampaoli, pela semifinal do Campeonato Mineiro, em agosto. 

Na ocasião, ele relembra a partida de volta entre os times. O América precisava reverter a vantagem atleticana no primeiro jogo (2 a 1), e teve lance polêmico destacado pelo técnico Lisca

O árbitro Felipe Fernandes de Lima interpretou como jogada para cartão amarelo a falta cometida pelo zagueiro Junior Alonso, a 1 min de jogo, ao interromper um ataque promissor do Coelho puxando Ademir. Lisca, no entanto, pedia que o zagueiro paraguaio fosse expulso. Ao fim, Alonso não levou cartão vermelho, e o Galo venceu por 3 a 0, sacramento ida à decisão do Mineiro.

“O América perdeu o Campeonato Mineiro, e pode ser uma expressão que alguns atleticanos fiquem na bronca, mas foi o próprio Lisca quem falou, perdeu no apito. O Atlético já tinha um zagueiro com cartão amarelo e, num contra-ataque letal do América, que ia em direção ao gol, o zagueiro fez a falta e o árbitro só marcou a falta. Encolheu o amarelo, que seria o segundo, no bolso, e daria a vantagem de um segundo tempo quase inteiro, e parte do primeiro, de o América jogar com um a mais”, relembrou Paulo, se confundindo em detalhes do lance no primeiro minuto de partida do Mineiro. 


Momentos distintos entre os times justificam escolha do comentarista


Paulo Lima vê a diferença de momento entre América e Corinthians como diferencial na escolha de um favorito no confronto. Para o jornalista, além disso, as constantes mudanças de comando técnico no time paulista durante o Brasileirão dificultam a estruturação de uma equipe competitiva.

“O time oscilou na Série B, teve quatro jogos consecutivos sem vencer, e ele retomou o comando, colocou o time para jogar futebol, e hoje é o vice-líder. E o Corinthians está com seu terceiro técnico (em 2020), ainda não encontrou um padrão de jogo o Vagner Mancini”, analisou o comentarista.

O Corinthians tem oscilado na Série A (apenas 5 vitórias em 18 jogos) e ocupa o 13º lugar, com 21 pontos,  enquanto o América tem se destacado na Série B, com cinco vitórias consecutivas e a vice-liderança da competição, com 35 pontos (dois a menos que a líder Chapecoense).

Tags: Copa do Brasil serieb americamg futnacional corinthianssp seriea