Atlético-GO

SÉRIE B

América enfrenta Atlético-GO e tenta resgatar força no Independência para sair do Z4 da Série B

Coelho ainda não ganhou como mandante na segunda divisão nacional

postado em 26/07/2019 07:00 / atualizado em 25/07/2019 20:09

<i>(Foto: João Zebral / América)</i>

Se no passado o Independência foi palco de conquistas importantes para o América, em 2019 o time ainda não conseguiu engrenar em seu estádio e, consequentemente, amarga a penúltima colocação da Série B, com sete pontos em 11 jogos. Três dias depois de empatar por 0 a 0 com o Oeste e frustrar sua torcida, o Coelho tenta se recuperar no Horto, contra o Atlético-GO, às 19h15 desta sexta-feira, pela 12ª rodada da competição.

Na Série B de 2019, o América busca a primeira vitória em casa. Em cinco jogos, perdeu dois e empatou três, somando apenas 13,33% dos pontos. Uma das derrotas foi por goleada - 4 a 0 para o Figueirense - e teve peso na demissão do técnico Maurício Barbieri. A diretoria apostou no coordenador técnico Felipe Conceição para o cargo. Além do 0 a 0 diante do Oeste, o treinador conduziu a equipe no empate por 1 a 1 com o Vila Nova-GO, no Serra Dourada, em Goiânia.

A esperança para a recuperação americana no campeonato é justamente a força demonstrada como mandante em ocasiões anteriores. Em 2017, quando se sagrou campeão da Série B sob o comando de Enderson Moreira, a equipe obteve 71,92% de aproveitamento em casa, com 12 vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas. Em 2015, ano do acesso à elite nacional com Givanildo Oliveira (quarta colocação), o Coelho ganhou 14 jogos, empatou dois e perdeu três em BH (77,19%).

Até mesmo na Série A do Brasileiro, cujo nível de dificuldade é bastante superior ao da B, o América foi páreo duro para os adversários no Independência. Em 2018, o aproveitamento chegou a 54,38%, com oito vitórias, sete empates e quatro derrotas. Já em 2016, o índice foi menor, de 42,1% - sete vitórias, três empates e nove derrotas. Nessas circunstâncias, o mau desempenho na condição de visitante acabou influenciando no rebaixamento do clube.

Com relação ao time, o técnico Felipe Conceição fez mistério na escalação, já que comandou treinamento fechado nessa quinta-feira, no CT Lanna Drumond. Os desfalques são o volante Luiz Fernando, em processo de transição física após se recuperar de estiramento na coxa direita, e o zagueiro Lima, em tratamento de entorse no tornozelo esquerdo.

Coelho não ganha um partida desde 8 de junho, quando superou o CRB por 3 a 1, em Maceió, pela sétima rodada da Série B. Para o meia-atacante Felipe Azevedo, o time foi prejudicado pela ansiedade de buscar a vitória. “Esse jogo agora contra o Oeste, a equipe tentou o tempo todo a vitória, correu, lutou. Só que a ansiedade acabou atrapalhando um pouco”.

Segundo Azevedo, o América conseguiu melhorar a organização defensiva nas duas últimas partidas. O próximo passo é conseguir bons resultados no ataque. “A equipe está melhor estruturada atrás. O que a gente precisa melhorar são as finalizações para poder fazer os gols, para vencermos, que é o que a gente quer. O América não merece estar na zona de rebaixamento de jeito nenhum”, disse.

Se ganhar do Atlético-GO, o América ainda não sairá do Z4, pois o Vila Nova-GO, 16º colocado, soma 11 pontos. O time goiano enfrentará o líder Bragantino no sábado, às 19h, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Visitante
 
Na sétima posição, com 18 pontos, o Atlético-GO tenta se aproximar do G4 da Série B. O time, etretanto, vem de dois jogos sem vencer. Na última rodada, foi derrotado pelo terceiro colocado, Botafogo-SP, por 2 a 1, no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Antes, empatou por 0 a 0 com a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas. O técnico Wagner Lopes será obrigado a promover mudança na equipe após três jogos. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o zagueiro Gilson dará lugar a Oliveira.

AMÉRICA X ATLÉTICO-GO


AMÉRICA
Jori; Leandro Silva, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo (Sávio); Zé Ricardo, Willian Maranhão, Juninho e Matheusinho; Felipe Azevedo e Jonatas Belusso. Técnico: Felipe Conceição. 

ATLÉTICO-GO
Kozlinski; Jonathan Lemos, Lucas Rocha, Oliveira e Nicolas Vichiatto; Moacir, André Castro; Mike, Jorginho, Matheuzinho; Pedro Raúl. Técnico: Wagner Lopes.

Motivo: 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Estádio: Independência, em Belo Horizonte-MG

Data:
sexta-feira, 26 de julho de 2019

Horário:
19h15

Árbitro:
Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

Assistentes:
Daniel Luis Marques (PE) e Evandro de Melo Lima (PE)

Cinco últimos anos do América como mandante no Brasileiro


Série B 2019 (Z4) - 0 vitória, 2 empates, 3 derrotas - 2 gols marcados, 8 sofridos (13,33%)

Série A 2018 (rebaixado) - 8 vitórias, 7 empates, 4 derrotas - 22 gols marcados, 17 sofridos (54,38%)

Série B 2017 (campeão) - 12 vitórias, 5 empates e 2 derrotas - 26 gols marcados, 12 sofridos (71,92%)

Série A 2016 (rebaixado) - 7 vitórias, 3 empates, 9 derrotas - 13 gols marcados, 20 sofridos (42,10%)

Série B 2015 (promovido) - 14 vitórias, 2 empates, 3 derrotas - 35 gols marcados, 15 sofridos (77,19%)

Tags: americamg serieb interiormg futnacional america atleticogo