Atlético-GO

CAMPEONATO BRASILEIRO

Atlético-GO vira contra o Ceará e respira na luta contra o rebaixamento

Resultado afasta o time goiano ainda mais da zona de rebaixamento

postado em 12/12/2020 23:41

(Foto: Stephan Eilert /cearasc.com)

O Atlético Goianiense respondeu rapidamente à derrota no clássico contra o Goiás e venceu o Ceará de virada por 2 a 1, neste sábado, em plena Arena Castelão, em Fortaleza, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado afasta o time goiano ainda mais da zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Atlético Goianiense terminou o dia na 11.ª colocação com 31 pontos, sete na frente do Vasco, o 17.º. O clube carioca entrará em campo neste domingo contra o Fluminense Já o Ceará ficou em nono com 32, a nove da zona de classificação à Copa Libertadores.

O Atlético Goianiense não pensou duas vezes em atacar o Ceará logo no início do duelo, mas encontrou Richard em uma noite inspirada. O goleiro fez grande defesa ao segurar um arremate de Zé Roberto. O time alvinegro tentou uma reação imediata, mas, sem Vina, mostrou falta de entrosamento no setor ofensivo e perdeu boas oportunidades de abrir o placar.

O Ceará recuou conforme o andamento do duelo e acabou anulando os espaços do Atlético Goianiense. No contra-ataque foi assustando. Mas o clube goiano achou uma bola no fim e ficou muito perto de inaugurar o marcador. Aos 42 minutos, Chico aproveitou o rebote, após tentativa de Janderson, e parou em novo milagre de Richard.

No segundo tempo, a partida começou morna, até que o Ceará abriu o marcador aos 14 minutos. Lima saiu de frente para Jean, mas viu o goleiro crescer e fazer a defesa. Léo Chú pegou a sobra e mandou no fundo das redes. A vantagem, porém, não durou por muito tempo.

Atrás no placar, o Atlético Goianiense foi para cima, se abriu e chegou ao gol aos 32 minutos. Zé Roberto foi derrubado dentro da área: pênalti. O goleiro Jean bateu e deixou tudo igual. O time goiano cresceu e teve forças para virar o jogo aos 44 com Roberson, em um chute certeiro sem chances para Richard.

O final do jogo, no entanto, ficou marcado por uma discussão fora das quatro linhas entre os técnicos Guto Ferreira, do Ceará, e Marcelo Cabo, do time goiano. Ambos foram advertidos com cartão amarelo.

Na próxima rodada, o Atlético Goianiense enfrenta o Fluminense nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. No próximo domingo, o Ceará faz o clássico contra o Fortaleza, às 20h30, novamente na Arena Castelão.

CEARÁ 1 x 2 ATLÉTICO GOIANIENSE


CEARÁ - Richard; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho (Pedro Naressi), Fernando Sobral, Wescley (Felipe Baxola) e Lima (Leandro Carvalho); Léo Chú (Victor Jacaré) e Cléber (Saulo Mineiro). Técnico: Guto Ferreira.

ATLÉTICO GOIANIENSE - Jean; Dudu, João Victor, Éder e Nicolas (Natanael); Willian Maranhão, Marlon Freitas, Danilo Gomes (Wellington Rato), Chico (Roberson) e Janderson (Gustavo Ferrareis); Zé Roberto (Matheus Vargas). Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS - Léo Chú, aos 14, Jean (pênalti), aos 32, e Roberson, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Vargas, Pereira e Willian Maranhão (Atlético Goianiense).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).