UAI

2

Multicampeão pelo Atlético, Junior Alonso reestreia com título do Mineiro

Defensor paraguaio conquistou seu terceiro título estadual consecutivo com a camisa alvinegra

02/04/2022 19:15 / atualizado em 03/04/2022 04:05
compartilhe
Último jogo de Alonso pelo Atlético tinha sido diante do Athletico-PR na final da Copa do Brasil de 2021
foto: Pedro Souza/Atlético

Último jogo de Alonso pelo Atlético tinha sido diante do Athletico-PR na final da Copa do Brasil de 2021

Depois de mais de dois meses, o zagueiro Junior Alonso voltou a jogar pelo Atlético. E a reestreia foi em grande estilo. Ele entrou em campo na vitória por 3 a 1 contra o Cruzeiro, neste sábado (2), no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, válido pela final do Campeonato Mineiro.
 
 

Festa do Atlético no Mineirão com o tricampeonato mineiro


 
Alonso entrou em campo aos 39 minutos do segundo tempo, quando o técnico argentino Turco Mohamed decidiu ‘fechar a casinha’ e administrar a vantagem de três gols no placar. O zagueiro substituiu o meio-campista Nacho Fernandez, autor do segundo tento do Atlético.
 
Dentro das quatro linhas, Alonso viu o atacante Edu descontar para o Cruzeiro aos 44’ da etapa final. A participação do defensor foi discreta.
 
Com o triunfo no clássico, o Galo chegou ao seu 47º título estadual, o terceiro consecutivo de Junior Alonso com a camisa alvinegra. O primeiro foi conquistado em 2020, diante do Tombense, e o segundo contra o América, no ano passado.
 

Fotos da torcida do Atlético na final do Campeonato Mineiro

 
 

Retorno ao Atlético

 
 
O retorno foi possível por conta dos reflexos da invasão da Rússia à Ucrânia, que deu início à guerra e gerou uma série de sanções a clubes russos e medidas para proteger jogadores extrangeiros. Pouco depois do início do conflito, Alonso teve contrato suspenso pelo Krasnodar-RUS e ficou livre para buscar um novo clube.

Atlético 3 x 1 Cruzeiro: as melhores fotos da final do Mineiro

 

O zagueiro de 29 anos, então, retornou ao Paraguai e começou a treinar por conta própria. Nesse meio tempo, o diretor de futebol alvinegro, Rodrigo Caetano, entrou em contato com o empresário de Alonso e alinhou o retorno do defensor à Cidade do Galo. Mas ainda era preciso convencer o Krasnodar-RUS.

Inicialmente, o clube russo topou liberá-lo até junho. O Galo queria mantê-lo até o fim do ano e conseguiu convencer os dirigentes do Krasnodar. Alonso chegou a receber contatos de outras equipes interessadas, mas preferiu dar prosseguimento à trajetória vitoriosa em Belo Horizonte.
 

 

Trajetória vitoriosa no Galo

 
Alonso chegou ao Atlético em julho de 2020, indicado pelo técnico Jorge Sampaoli. Para contratá-lo, o clube alvinegro topou pagar 3 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões na cotação da época) ao Lille-FRA, que detinha os direitos econômicos.

Na primeira passagem pelo Atlético (que durou um ano e meio), Alonso somou 89 jogos, dois gols e quatro títulos: o do Campeonato Brasileiro (2021), o da Copa do Brasil (2021) e os dois do Campeonato Mineiro (2020 e 2021). Em janeiro, foi vendido ao Krasnodar-RUS por 8,2 milhões de dólares (cerca de R$ 46,4 milhões).

Compartilhe