UAI

2

Diego Tardelli revela que jogaria de graça no Atlético e lamenta recusa

Atacante atleticano procurou equipe alvinegra depois de deixar o Santos e disse que aceitaria um contrato diferente, porém não houve acordo

04/07/2022 21:53
compartilhe
Tardelli deixou o Atlético em maio de 2021
foto: Pedro Souza / Atlético

Tardelli deixou o Atlético em maio de 2021


Diego Tardelli revelou que, ao se oferecer ao Atlético, disse que jogaria até de graça no time mineiro. O atacante deixou a equipe em maio de 2021, depois de não ter o seu contrato renovado, jogou pelo Santos no restante da temporada e está atualmente sem clube. O ex-camisa 9 do Galo ainda lamentou a resposta negativa atleticana.
Em entrevista à Rádio Itatiaia nesta segunda-feira (4), Diego Tardelli falou novamente sobre ter procurado o Atlético depois de ter deixado o Santos. Desta vez, o atacante fez questão de destacar que jogaria até mesmo sem receber pelo clube alvinegro. 

"Em meio ao tempo parado, depois de sair do Santos, eu até fiz um comunicado ao Rodrigo (Caetano) e demonstrei a minha intenção de voltar ao Atlético, de ficar mais próximo, de ficar em casa, que eu aceitaria de qualquer jeito se quisesse fazer um contrato de produtividade. Até se não quisesse me pagar nada eu aceitaria ficar mais uma temporada no Atlético para poder encerrar (a carreira) ao lado da torcida, com a arena nova", destacou o ex-camisa 9 alvinegro. 

O atacante também deu detalhes da sua conversa com Rodrigo Caetano. Segundo Tardelli, o interesse de retornar foi passado pelo diretor de futebol e algumas pessoas optaram por não contratar o artilheiro. 

"Foi passado isso para o Rodrigo na época. Se não me engano, ele até conversou com o pessoal lá de cima. Depois de uma semana, a gente entrou em contato e não deu seguimento. Falei com o Victor também, na época. O Victor achou uma boa, mas, não sei, tem algumas pessoas lá de cima que não quiseram. Então eu respeitei, não procurei mais, segui a minha vida. Infelizmente é essa a história", afirmou Tardelli.

O posicionamento de Rodrigo Caetano


Antes desta fala de Diego Tardelli, Rodrigo Caetano já havia comentado sobre o assunto e detalhado esta possível contratação atleticana.
 
Em participação no podcast Superesportes Entrevista, em 26 de maio, o diretor de futebol alvinegro explicou os motivos que levaram o Atlético a rejeitar o retorno do ídolo de 37 anos. A dupla trabalhou junto no início de 2021 até que Tardelli deixasse o clube ao fim de maio daquele ano, quando acabou seu contrato.

"É um baita cara, considero um amigo. O Diego, quando cheguei aqui, estava voltando de uma lesão, ainda na época do Sampaoli. Nós estendemos o vínculo dele até o meio do ano e fizemos a despedida dele do Galo. Infelizmente, não tinha público por conta da pandemia. Mas ele é merecedor de todo reconhecimento. Depois ele foi para o Santos", iniciou Caetano.

"Nas vezes em que conversou conosco, o entendimento foi que tínhamos muitos atletas no setor e que esse retorno poderia não ser bom para ele e nem para o clube. Porque ele é merecedor de todo reconhecimento, de toda a gratidão que o Galo e a massa atleticana têm por ele. Vai ficar guardado na memória, apenas isso. Mas é um grande amigo. Ele não ligou para mim só para falar disso. Inclusive, sempre que pode vai aos jogos. É uma relação que vai ser eterna com o clube. É isso", completou.


Compartilhe