Corinthians

CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO

Ferroviária derrota o Corinthians e leva título brasileiro feminino nos pênaltis

Ferroviária já havia vencido o Brasileiro em 2014

postado em 29/09/2019 17:28 / atualizado em 29/09/2019 17:38

<i>(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)</i>
A Ferroviária é bicampeã brasileira de futebol feminino. A equipe de Araraquara (SP) conquistou o título ao bater o Corinthians nos pênaltis por 4 a 2, após empate sem gols no tempo normal. A decisão foi disputada neste domingo no estádio do Parque São Jorge, em São Paulo, com a presença aproximada de oito mil torcedores. No jogo de ida, na semana passada, houve empate por 1 a 1 na Arena da Fonte Luminosa.

<i>(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)</i>


Nas quartas de final e na semifinal, a Ferroviária também avançou na disputa de pênaltis diante de Santos e o catarinense Avaí/Kindermann. A heroína do título foi a goleira Luciana, que fez pelo menos cinco defesas na partida e defendeu o pênalti de Tamires, lateral-esquerda da Seleção Brasileira. Ingryd perdeu o outro, chutando fora, pelo Corinthians.

A Ferroviária já havia vencido o Brasileiro em 2014. Das sete edições disputadas, seis foram vencidas por clubes do Estado de São Paulo. Centro Olímpico (2013), Ferroviária (2014 e 2019), Rio Preto (2015), Santos (2017) e Corinthians (2018) foram os clubes que levantaram o troféu. Apenas o Flamengo/Marinha-RJ, em 2016, quebrou a hegemonia paulista.

A caminhada foi difícil. Na primeira fase, a equipe comandada pela técnica Tatiele Silveira terminou na sétima colocação, a penúltima vaga na classificação para a segunda fase. No Brasileiro foram sete vitórias, nove empates e cinco derrotas. O time balançou a rede 27 vezes e sofreu 14 gols.

Corinthians e Ferroviária se enfrentaram pela quarta vez consecutiva em um intervalo de pouco mais de 10 dias. Nas semifinais do Campeonato Paulista, disputadas nas últimas quartas-feiras, o time alvinegro levou a melhor ao vencer por goleadas de 4 a 0 e 5 a 1. Os dois clubes agora se preparam para a disputa da Copa Libertadores, em Quito, no Equador, no mês de outubro.

PRESSÃO TOTAL

O Corinthians pressionou a Ferroviária desde o início de jogo e antes dos cinco minutos já tinha acertado a trave com Pardal. Giovana Crivelari e Milene tiveram a chance de abrir o marcador para o Corinthians aos 22, mas pararam duas vezes em Luciana.

A Ferroviária, porém, não deixava por menos e respondeu no contra-ataque. Aline Milene invadiu a área e a goleira Lelê defendeu com os pés. O Corinthians fazia um jogo mais propositivo, mas não conseguiu transformar as oportunidades criadas em gol na etapa inicial.

No segundo tempo, o Corinthians, assim como na primeira etapa, buscava o gol. A equipe, porém, esbarrava na falta de pontaria e na forte marcação da Ferroviária. O time alvinegro criou uma série de chances. Aos 23 minutos, Tamires invadiu a área pela esquerda, mas na hora de conclusão bateu na rede pelo lado de fora. Um minuto depois foi a vez de Millene perder chance incrível após lançamento de Tamires.

Além disso, Luciana seguia salvando a Ferroviária. Aos 36 minutos, parou novamente uma chance de Millene, assim como aos 49. O Corinthians ainda tentou nos acréscimos, mas o título acabou definido nos pênaltis.

<i>(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)</i>


As corintianas iniciaram a cobrança com Victoria Alburquerque, que confirmou o gol. Tamires chutou e Luciana defendeu a segunda cobrança. Depois Gabi Zanotti converteu e Ingryd chutou para fora. Pela Ferroviária marcaram Luana, Aline Milene, Andreia e Géssica. Final: 4 a 2.

<i>(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)</i>

Tags: corinthianssp ferroviariasp seriea serieb brasileiro feminino futnacional