Corinthians

MERCADO

Corinthians recusa proposta inicial do Benfica para vender Pedrinho

Clube português ofereceu 15 mi de euros e o colombiano González

postado em 30/01/2020 20:22

(Foto: Daniel Augusto Jr/AgCorinthians)
O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, está em Lisboa para negociar a venda do meia Pedrinho para o Benfica. O jogador tem contrato com o clube alvinegro até 2023 e multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 227 milhões). O clube português ofereceu 15 milhões de euros (R$ 70 milhões) à vista e a cessão em definitivo do atacante colombiano Yony González, que teria o valor de 5 milhões de euros (R$ 23 milhões).

O Corinthians recusou a oferta e pediu 20 milhões de euros (R$ 93 milhões) à vista mais os direitos econômicos de Yony González A confirmação dos valores foram feitas pelo empresário de Pedrinho, Will Dantas.

O clube paulista tem 70% dos direitos econômicos de Pedrinho. Will Dantas deixou a negociação nas mãos da diretoria alvinegra. O único pedido foi postergar a liberação para o meio do ano. Segundo o agente, foi um pedido do atleta, que está animado com a possibilidade de usar a camisa 10 do Corinthians e disputar a Copa Libertadores.

LIBERTADORES

A Conmebol atendeu à solicitação do Corinthians e alterou o local do jogo de ida do clube na segunda fase preliminar da Libertadores. Agora, a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes vai encarar o Guaraní, do Paraguai, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no estádio Nueva Olla, em Assunção, que pertence ao Cerro Porteño e tem capacidade para 45 mil torcedores.

Inicialmente, o Guaraní pretendia mandar a partida no estádio Luis Alfonso Giagni, que tem capacidade para apenas sete mil torcedores. O time paraguaio costuma fazer as suas partidas no Defensores del Chaco, que está sendo reformado para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Tags: corinthians benfica pedrinho futinternacional mercadobola