Corinthians

SÉRIE A

Sport domina o Corinthians na Ilha do Retiro, vence e encosta no G6 do Brasileiro

Leão bate Timão e vence a segunda consecutiva em casa

postado em 23/09/2020 23:42

Diego Borges/Diário de Pernambuco

(Foto: Bruna Costa/Esp. DP)
Quem assistiu apenas o 2º tempo do Sport contra o Fluminense e em seguida viu a partida desta quarta contra o Corinthians, sobretudo o 1º tempo, certamente se surpreendeu. Com atuação segura e ofensiva, o Leão dominou o rival e venceu bem o confronto direto na tabela da Série A. Mais que isso, ainda alcançou a 7ª colocação, encostando nos clubes que garantem vaga na Libertadores - embora seja o único com 12 jogos.

Com a missão de tornar o time mais ofensivo e sofrer menos defensivamente do que contra o Fluminense, Jair Ventura teve de lidar ainda com as perdas de Betinho, por problema cardiorrespiratório, e Barcia, com proposta do Goiás. O trunfo escolhido pelo técnico foi a estreia do badalado meia Thiago Neves.

E surtiu efeito logo de cara, mesmo com os dez primeiros minutos equilibrados, sobretudo na posse de bola e nos momentos de pressão ofensiva para as duas equipes, sem finalizações mais contundentes. Foram quatro chances do Sport em 14 minutos, todas saindo dos pés de Thiago Neves, com cruzamentos e chutes, onde a melhor delas caiu nos pés de Mugni, e Cássio salvou chute de primeira.

Controlando mais no setor do ataque em seguida, o Leão passou a rodar a bola, com aproximação dos volantes e dos laterais, triangulando com Thiago Neves, que também apareceu dentro da área do Corinthians. Ricardinho obrigou Cássio a fazer milagre em chute de fora, aos 22, o próprio Thiago Neves foi bloqueado por Gil, aos 33. O gol era questão de tempo, e no minuto seguinte a pressão foi recompensada. Jonatan Gomez chutou forte de fora e Everaldo levou a mão à bola. Pênalti, que Maidana teve frieza para deslocar Cássio.

Atordoado e pouco criativo, o Corinthians limitava as jogadas aos contra-ataques e lançamentos de longa distância, sem perigo, exceto por uma cabeçada livre porém sem direção de Jô. Além da vantagem no placar, o primeiro tempo já foi capaz de tirar a impressão ruim deixada no último domingo.

Na volta do intervalo, o Corinthians voltou com mais posse e passou a pressionar. Porém, bem consistente defensivamente, o Sport segurou o ímpeto alvinegro, enquanto explorava os contra-ataques a partir dos desarmes, com Mugni, Marcão e Ricardinho. E por muito pouco não ampliou o placar aos 12 e aos 15 minutos, mas Cassio fez milagre em chute de fora de Gomez e bloqueou Mugni em seguida.

Sem reação, Coelho ainda mudou ‘no atacado’, com três trocas de uma vez e mesmo esboçando pressão, não conseguiu furar o bloqueio defensivo rubro-negro. Nova vitória ‘magra’, mas que desta vez vem acompanhada com a melhor atuação sob o comando de Jair Ventura.

SPORT 1 x 0 CORINTHIANS

SPORT
Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson e Sander (Luciano Juba); Marcão, Ricardinho, Lucas Mugni e Thiago Neves (Bruninho); Jonatan Gomez (Marcos Serrato) e Hernane (Rogério)
Técnico: Jair Ventura

CORINTHIANS
Cássio; Fagner (Mantuan), Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Otero, Xavier (Cantillo) e Roni (Ramiro); Mateus Vital (Léo Natel), Everaldo (Luan) e Jô
Técnico: Dyego Coelho

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data: quarta-feira, 23 de setembro
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Rodrigo Correa (Fifa-RJ) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
GOL: Maidana, aos 36min do 1ºT
Cartões amarelos: Jonatan Gomez, Sander e Marcos Serrato (SPO); Danilo Avelar, Everaldo e Fagner (COR)

Tags: sport corinthians leão Ilha do Retiro seriea