UAI


Feliz por reestreia, Willian lamenta empate e diz que precisa de mais ritmo

Jogador falou com afeto sobre a sensação de jogar em Itaquera

19/09/2021 21:22
compartilhe
Willian falou com afeto sobre a sensação de jogar em Itaquera
foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians

Willian falou com afeto sobre a sensação de jogar em Itaquera



Willian voltou a vestir a camisa do Corinthians neste domingo, no empate por 1 a 1 com America, na Neo Química Arena, onde permaneceu por 63 minutos no gramado. Feliz por atuar novamente pelo clube que o revelou para o futebol, o meia-atacante de 33 anos saiu de campo frustrado por não ter conseguido a vitória e ciente de que precisa adquirir mais ritmo de jogo, ainda que tenha mostrado qualidade em alguns lances específicos.

Em entrevista na saída do gramado, o jogador, que deixou o Corinthians em 2007 para defender o Shakhtar Donetsk, falou com afeto sobre a sensação de jogar em Itaquera. "Estou muito feliz de ter voltado, principalmente porque é um prazer estar aqui, onde passei muitos anos, sempre treinava aqui com outros amigos, pessoas do clube que estão até hoje no clube, pelas quais eu tenho um carinho muito grande", disse.

Substituído aos 17 minutos do segundo tempo, Willian participou bastante durante o primeiro tempo, com boas jogadas em meio a alguns erros e certo compromisso com a marcação. Em um dos momentos em que o talento do meia apareceu, o gol corintiano saiu. No lance, ele se projetou na área, pelo lado direito, para receber passe de Gabriel Pereira, e tocou para o meio. Róger Guedes e Jô pararam no goleiro Matheus Cavichioli, mas Giuliano marcou após o terceiro rebote.

"Falando sobre o jogo, é claro que a gente queria a vitória, sem dúvida nenhuma. Acho que, voltando a jogar 60 minutos depois de praticamente quatro meses, é claro que eu ainda preciso ganhar ritmo de jogo. Isso vai chegar ao longo da semana, jogando e treinando para os próximos jogos", comentou Willian sobre a própria participação na partida.

A atuação do Corinthians não foi ruim, tanto que foram criadas chances para virar o jogo, mas as consequências do empate são frustrantes. O time corintiano segue sofrendo quando joga em casa, não à toa é o terceiro pior mandante do Brasileirão, com duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Além disso, estacionado em sexto lugar, com 30 pontos, corre o risco de ser ultrapassado por Fluminense ou Cuiabá, que se enfrentam na segunda-feira.

O próximo jogo do Corinthians será contra o Palmeiras, em clássico marcado para o próximo sábado, na Neo Química Arena.

Compartilhe