UAI

2

Corinthians vai à Conmebol por injúria racial e problemas com ingressos

Um torcedor do Boca Juniors imitou um macaco em direção aos corintianos. Além disso, alguns torcedores do alvinegro só conseguiram entrar no segundo tempo

18/05/2022 10:54
compartilhe
Corinthians empatou com o Boca Juniors na Bombonera, pela Libertadores
foto: ALEJANDRO PAGNI/AFP

Corinthians empatou com o Boca Juniors na Bombonera, pela Libertadores

O Corinthians emitiu um comunicado oficial na noite desta terça-feira, após o empate por 1 a 1 diante do Boca Juniors, em relação a dois episódios: um novo caso de racismo e problemas com ingressos de torcedores no estádio La Bombonera, em Buenos Aires. O clube protocolará uma reclamação formal junto à Conmebol.



Um torcedor imitou macaco em direção à torcida alvinegra, em crime de injúria racial. No primeiro jogo entre as equipes, um torcedor foi detido pela Polícia Militar na Neo Química Arena pelo mesmo motivo.

Já em relação aos ingressos, o Corinthians afirmou que muitos torcedores que possuíam entradas para a partida só conseguiram acompanhar o segundo tempo dentro do estádio por conta de atraso na escolta ou na revista nos portões.

Diante disso, o clube irá protocolar uma reclamação formal junto à Conmebol para "apuração de responsabilidades e punições, além de requerer ações preventivas nos próximos jogos".

Dentro de campo, o Timão segurou um empate por 1 a 1 diante dos xeneizes, pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Na última partida, recebe o Always Ready, na Neo Química Arena, no dia 26 de maio.

Leia a nota na íntegra


O Sport Club Corinthians Paulista considera inaceitáveis as manifestações de racismo da torcida do Boca Juniors, bem como o tratamento dado à sua torcida na chegada do estádio La Bombonera, o que retardou a ocupação dos lugares reservados a ela ao longo de toda a primeira etapa.

Muitos corinthianos, com ingresso, só conseguiram acompanhar a partida de dentro do estádio no segundo tempo por atraso na escolta ou revista nos portões.

O clube vai protocolar reclamação formal à CONMEBOL para apuração de responsabilidades e punições, além de requerer ações preventivas nos próximos jogos.

Atenciosamente,
Sport Club Corinthians Paulista.


Compartilhe