Cruzeiro

Ávila tem o pior início de trabalho entre os últimos 45 técnicos do Cruzeiro

Treinador conquistou apenas 2 pontos em 4 jogos; o último comandante celeste com desempenho inferior a Ávila foi Antônio Lacerda, há 23 anos

postado em 19/09/2011 06:37 / atualizado em 15/06/2015 13:55

Rodrigo Clemente/Esp. EM/D.APress

A fase ruim do Cruzeiro no Brasileirão mostra reflexos em diversos setores do clube. Um deles é a comissão técnica. Escolhido pela diretoria celeste para ser treinador efetivo, Emerson Ávila aceitou o desafio e pegou o time na ‘fogueira’, com a difícil missão de reerguê-lo. Até agora, são quatro jogos e apenas dois pontos conquistados. Mesmo considerando as várias adversidades encontradas pelo treinador – como jogadores suspensos e machucados – o desempenho é inegavelmente desastroso.

O Superesportes investigou o último treinador celeste que teve um desempenho tão ruim em seus quatro primeiros jogos à frente do time. O levantamento trouxe um fardo pesado para Emerson Ávila: ele é o técnico do Cruzeiro com pior início de trabalho nos últimos 23 anos. Nesse tempo, foram 45 trocas de comando no time, todas com desempenho superior a Ávila.

Para o levantamento, foram consideradas as quatro primeiras partidas de todos os técnicos efetivos do clube. A única exceção ficou por conta de Ney Franco, interino em 2004, pois ele assumiu o clube por cinco rodadas, ainda que interinamente. Na ocasião, o Cruzeiro cumpria tabela no fim do Brasileirão e Ney Franco comandou o time nos cinco últimos compromissos da temporada.

Quatro derrotas em 1988

O último treinador que somou menos de três pontos nos quatro primeiros jogos à frente do Cruzeiro foi Antônio Lacerda, em 1988. Ele estreou em uma excursão que o clube fez à Europa, para disputa de torneios extra-oficiais. Foram quatro derrotas seguidas, para Everton (ING), Young Boys (SUI), Celtic (ESC) e Hearts (ESC).

Lacerda só conseguiu seu primeiro triunfo à frente do Cruzeiro em sua quinta partida, contra o Leeds United (ING), na mesma excursão. Na semana seguinte, o treinador obteve nova vitória, contra o Real Zaragoza (ESP), em terras espanholas. Esses foram os únicos triunfos de Lacerda nessa passagem pelo Cruzeiro. Ao todo, foram 11 jogos, com duas vitórias, cinco empates e quatro derrotas. De lá para cá, todos os treinadores celestes obtiveram desempenho superior a três pontos conquistados em seus quatro primeiros jogos.

Leia também:
Com rendimento modesto, Ávila crê que time precisa de uma vitória para engrenar

Desempenhos dos últimos treinadores do Cruzeiro em seus inícios de trabalho
(Pontos conquistados nas quatro primeiras partidas à frente do clube)

2011
Emerson Ávila – 2 pontos
Joel Santana – 9 pontos

2010
Cuca – 7 pontos

2008
Adílson Batista – 12 pontos

2007

Dorival Júnior – 4 pontos
Paulo Autuori – 7 pontos

2006
Oswaldo Oliveira – 4 pontos

2005
Paulo César Gusmão – 10 pontos
Levir Culpi – 12 pontos

2004
Ney Franco – 3 pontos*
Marco Aurélio – 3 pontos
Emerson Leão – 7 pontos
Paulo César Gusmão – 6 pontos

2002
Vanderlei Luxemburgo – 5 pontos

2001
Marco Aurélio – 5 pontos
Ivo Wortmann – 4 pontos
Paulo César Carpegiani – 7 pontos

2000
Luiz Felipe Scolari – 5 pontos
Marco Aurélio – 12 pontos

1999
Paulo Autuori – 6 pontos

1998
Levir Culpi – 10 pontos

1997
Nelsinho Baptista – 6 pontos
Paulo Autuori – 4 pontos
Oscar Bernardi – 7 pontos

1996
Levir Culpi – 10 pontos

1995
Jair Pereira – 6 pontos
Ênio Andrade – 7 pontos
Carlos Alberto Silva – 10 pontos
Antônio Lopes – 8 pontos

1994
Palhinha – 9 pontos
Ênio Andrade – 9 pontos
Nelinho – 8 pontos

1993
Carlos Alberto Silva – 10 pontos
Pinheiro – 9 pontos

1992
Jair Pereira – 7 pontos

1991
Ênio Andrade – 6 pontos
Pedro Pires de Toledo – 4 pontos
Evaristo de Macedo – 6 pontos

1990

Zé Maria Pena – 12 pontos
Carbone – 4 pontos
Ênio Andrade – 8 pontos
Duque – 9 pontos

1989
Ênio Andrade – 8 pontos
João Francisco – 8 pontos

1988
Carlos Alberto Silva – 6 pontos
Antônio Lacerda – 0 ponto

*Ney Franco assumiu o time interinamente nas cinco últimas rodadas, quando o time cumpria tabela no Campeonato Brasileiro