Cruzeiro

STJD mantém perda de mando de campo de seis jogos para o Cruzeiro

Jogo contra o Vasco, no próximo domingo, será no estádio Dilzon Melo, em Varginha

postado em 09/09/2012 14:38 / atualizado em 09/09/2012 21:13

Rodrigo Clemente/Esp. EM/D.A. Press

Punido com perda de mando de campo por seis jogos pelos incidentes no clássico com o Atlético, pela última rodada do turno do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro entrou com o pedido de um efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O pedido do time celeste, entretanto, não foi concedido e a equipe segue sem poder jogar em seus domínios por seis partidas.

O primeiro jogo do Cruzeiro fora de Belo Horizonte será no próximo domingo, às 16h, contra o Vasco. A diretoria do clube optou por mandar o jogo no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

Em relação à multa de R$ 64 mil imposta ao Cruzeiro e à suspensão de 30 dias ao diretor de comunicação do clube, Guilherme Mendes, o Tribunal Pleno concedeu o efeito suspensivo integral. Com isso, Guilherme poderá exercer suas funções normalmente até o julgamento do recurso.

Já sobre a punição de 30 dias de suspensão ao diretor de futebol Alexandre Mattos e ao gerente de futebol Valdir Barbosa, o STJD concedeu efeito suspensivo parcial, com os dirigentes tendo que cumprir 15 dias de suspensão. Depois disso, poderão trabalhar normalmente até o julgamento do recurso.

O Cruzeiro ainda será julgado pelo Tribunal Pleno do STJD e poderá ter a pena de mandos de campo reduzida, uma vez que recorreu das decisões tomadas pela 3ª Comissão Disciplinar.